Secretaria da Saúde de Feira de Santana realiza Dia de Mobilização e Luta Contra a Hanseníase

Dia de Mobilização Nacional e Luta Contra a Hanseníase em Feira de Santana.

Dia de Mobilização Nacional e Luta Contra a Hanseníase em Feira de Santana.

A dona de casa Alaildes Gomes teve muita dificuldade para saber, através de diagnóstico, que era portadora de hanseníase. E foi exatamente por ocasião do Dia de Mobilização Nacional e Luta Contra a Hanseníase, anos atrás, que ela ficou sabendo da doença e iniciou tratamento, oferecido em Feira de Santana pela Prefeitura Municipal.

Nesta quarta (31/01/2018), Alaildes voltou a participar de um evento alusivo à data, realizado pela Prefeitura através do Centro de Referência de Hanseníase, órgão da Secretaria Municipal de Saúde. Desde que foi diagnosticada com hanseníase ela procura se cuidar, tratando o problema com responsabilidade.

Chegou cedo, ao Centro de Saúde Especializado Dr. Leone Coelho Leda (CSE), na rua Geminiano Costa (em frente ao antigo Feira Tênis Clube), onde funciona o Centro de Referência, para participar de várias atividades promovidas pela equipe técnica.

“Foram cinco anos, com idas ao médico, sem diagnóstico. Através de uma reportagem, em alusão ao Dia D, percebi que possuía manchas semelhantes ao sintoma da hanseníase. Foi quando procurei o CSE”, relembra.

Fisioterapia é essencial para reabilitação

Um dos meios utilizados para reabilitação de pessoas portadoras da doença é a fisioterapia. Os pacientes ao chegar no Centro com sequelas, como dificuldades de locomoção, recebem o tratamento para fortalecimento muscular, com alongamento e treino da função, explica a fisioterapeuta, Aline Almeida.

“Nós fazemos a avaliação neurológica simplificada desse paciente e de acordo com o grau de incapacidade dele adequamos o melhor exercício, medindo ações para evitar complicações do quadro e avanço de sequelas que a doença pode gerar”, diz ela

Diagnóstico precoce evita sequelas

O diagnóstico precoce é um dos meios mais importantes para a cura, recomenda Caroline Barbosa, referência técnica em hanseníase no Centro de Saúde Especializado Dr. Leone Coelho Leda (CSE). Segundo ela, quando o tratamento é realizado no início da doença, isto é fundamental para evitar complicações e sequelas futuras ao portador da doença.

Os sintomas principais da hanseníase são os seguintes: sensação de formigamento, fisgadas ou dormência nas extremidades; manchas brancas ou avermelhadas, geralmente com perda da sensibilidade ao calor, frio, dor e tato; áreas da pele aparentemente normais que têm alteração da sensibilidade e da secreção de suor; caroços e placas em qualquer local do corpo; diminuição da força muscular (dificuldade para segurar objetos).

Pacientes participaram de várias atividades

No Dia de Mobilização Nacional e Luta Contra a Hanseníase, atividades laborais, alongamento e exercícios fisioterápicos foram desenvolvidos no Centro de Saúde Especializado Doutor Leone Coelho Leda (CSE), na rua Geminiano Costa, pela Secretaria Municipal. Dezenas de pessoas estavam presentes.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]