Salvador: Radar clandestino de ACM Neto amplia a indústria de multa, denuncia Robinson Almeida

Trechos de ruas e avenidas de Salvador não possuem sinalização de limite de velocidade. Gestão do prefeito ACM Neto instala inúmeros radares de velocidade com a finalidade arrecadar recursos, denunciam membros da comunidade.

Trechos de ruas e avenidas de Salvador não possuem sinalização de limite de velocidade. Gestão do prefeito ACM Neto instala inúmeros radares de velocidade com a finalidade arrecadar recursos, denunciam membros da comunidade.

Contribuinte de Salvador flagra e denúncia em vídeo mais uma armação do prefeito ACM Neto (DEM). Não bastassem os radares fixos, em excesso nas ruas e avenidas de Salvador capital baiana, ACM Neto coloca aparelhos móveis em locais invisíveis para os motoristas, diz Robinson Almeida, ex-secretário estadual de Comunicação.

A sanha de arrecadação do prefeito não tem limites. Neste flagrante de vídeo fica nítido que o objetivo da prefeitura não é educar, nem evitar acidentes. Neto só quer aumentar a indústria de multa em Salvador, critica Robinson Almeida.

Confira vídeo

 

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).