Mais de 200 objetos ilícitos são apreendidos em presídios do Ceará

Vistorias feitas em 12 unidades prisionais do Ceará permitiram a apreensão de 245 itens ilícitos que estavam de posse dos detentos. A maioria dos objetos são celulares (127). Também foram apreendidas 42 armas artesanais, chamadas de cossocos.

As intervenções ocorreram na semana passada em penitenciárias e cadeias públicas localizadas no interior do estado. Além das apreensões, as atividades incluíram a limpeza das celas e transferências.

As equipes envolvidas nas vistorias fizeram também um diagnóstico para evitar os chamados rebolos, que ocorrem quando alguém de fora da unidade prisional arremessa objetos por cima dos muros.

Segundo a Secretaria da Justiça do Ceará, vistorias desse tipo estão previstas em um calendário preparado com base na demanda das cadeias.

A vistoria nas 12 unidades prisionais cearenses ocorre cerca de duas semanas depois que 10 presos da Cadeia Pública de Itapajé, a 130 quilômetros da capital, Fortaleza, foram mortos durante uma briga entre grupos rivais.

*Com informações da Agência Brasil.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]