ENEL inicia operação do Parque Eólico Morro do Chapéu Sul de 172 MW

A Enel investiu aproximadamente 380 milhões de dólares na construção do novo parque. Localizado na Bahia e composto por seis usinas eólicas, Morro do Chapéu Sul será capaz de gerar mais de 830 GWh por ano.

A Enel investiu aproximadamente 380 milhões de dólares na construção do novo parque. Localizado na Bahia e composto por seis usinas eólicas, Morro do Chapéu Sul será capaz de gerar mais de 830 GWh por ano.

A ENEL, por meio de sua subsidiária brasileira de energias renováveis Enel Green Power Brasil Participações (EGPB), iniciou a operação do parque eólico Morro do Chapéu Sul, com capacidade instalada total de 172 MW e localizado nos municípios de Morro do Chapéu e Cafarnaum, no Estado da Bahia.

“O início das operações de Morro do Chapéu é um novo e importante marco na consolidação da nossa presença eólica no Brasil, depois do sucesso que obtivemos no país no leilão A-6 realizado no final do ano passado,” disse Antonio Cammisecra, Responsável pela divisão global de Energias Renováveis da Enel, a Enel Green Power (EGP). “Por meio do resultado deste último leilão, vamos construir mais de 600 MW de nova capacidade eólica, incluindo Morro do Chapéu II, uma extensão de 78 MW de Morro do Chapéu Sul. Essa conquista, junto a nossa liderança no setor de energia solar brasileiro, reforça ainda mais nosso compromisso de contribuir com o crescimento da energia sustentável no país.”

A Enel investiu aproximadamente 380 milhões de dólares americanos na construção do parque, como parte dos investimentos previstos no atual plano estratégico da empresa. O projeto é financiado por recursos do próprio Grupo Enel, bem como por um financiamento de longo prazo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Morro do Chapéu Sul é constituído por seis usinas eólicas, com capacidade total instalada de 172 MW:  Ventos de Santa Esperança (28 MW), Ventos de Santa Dulce (28 MW), Ventos de São Mário (30 MW), Ventos de São Paulo (28 MW), Ventos de São Abraão (28 MW) e Boa Vista (30 MW). O parque, que é formado por quatro Sociedades de Propósito Específico (SPVs – Special Purpose Vehicles) mantidas pela EGPB, será capaz de gerar mais de 830 GWh por ano quando estiver em plena operação.

Quatro das usinas eólicas são mantidos por contratos de fornecimento de energia de 20 anos com um pool de distribuidoras brasileiras, enquanto os outros dois (Ventos de São Abraão e Boa Vista) são apoiados por um acordo de 20 anos de compra de energia (PPA)  no mercado livre.

Em linha com o modelo de Criação de Valor Compartilhado (Creating Shared Value – CSV) adotado pelo Grupo Enel, que tem o objetivo de associar o desenvolvimento do negócio às necessidades da comunidade local, a EGPB lançou, em colaboração com associações locais, uma série de iniciativas com o objetivo de criar oportunidades para a comunidade local que vive nos arredores do parque de Morro do Chapéu do Sul, tais como cursos profissionalizantes de carpintaria e eletricista. A empresa apoia também uma orquestra local com 110 anos de existência, por meio da compra de instrumentos.

No Brasil, o Grupo Enel, por meio de suas subsidiárias EGPB e Enel Brasil, tem uma capacidade instalada total em renováveis de cerca de 2.8 GW, dos quais 842 MW de energia eólica, 716 MW de energia solar e 1.270 MW de energia hidrelétrica, bem como 103 MW de capacidade solar atualmente em construção. A empresa também conquistou recentemente contratos para uma capacidade renovável total de mais de 1 GW nos leilões brasileiros A-4 e A-6.

A Enel Green Power, divisão de Energias Renováveis do Grupo Enel, dedica-se ao desenvolvimento e operação de energias renováveis em todo o mundo, com presença na Europa, Américas, Ásia, África e Oceania. A Enel Green Power é líder global no setor de energia verde, com uma capacidade gerenciada de cerca de 40 GW, por meio de um mix de geração que inclui energia eólica, solar, geotérmica, biomassa e hidrelétrica, e está na vanguarda da integração de tecnologias inovadoras em plantas renováveis de energia.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: [email protected]