ACM Neto é autoritário e maltrata o folião | Por Marcelino Galo

Atuação do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), é questionada. Elementos da teoria política, a exemplo do despotismo, autoritarismo e patrimonialismo são identificados no governo do alcaide.

Atuação do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), é questionada. Elementos da teoria política, a exemplo do despotismo, autoritarismo e patrimonialismo são identificados no governo do alcaide.

Ditadorzinho, o prefeito de Salvador, ACM Neto, quer ser o dono e a estrela do carnaval que é do povo.

O principal apoiador do golpe e da reforma da previdência na Bahia parece ter perdido a estribeira com os altos índices de rejeição popular e também com a derrota, no STF, esta semana, para as comunidades Quilombolas, que o DEM sempre fez questão de perseguir. Além de tentar prejudicar a cidade, por pura picuinha de menino rico, que sempre teve suas vontades atendidas, agora prejudica, com medidas autoritárias e inconsequentes, a maior festa de rua do planeta.

Até os artistas ele tem conseguido desagradar por dar calote e não pagar os direitos autorais dos músicos!! Sem falar nos motoristas, que sentem na pele e no bolso o efeito da indústria das multas também no carnaval, e os foliões prejudicados na sexta e neste sábado pela omissão da prefeitura em relação a montagem da arquibancada do Campo Grande! Ao invés de cuidar da ausência de ônibus nas proximidades dos circuitos para atender à demanda dos foliões por mobilidade, de tratar com respeito e dignidade os trabalhadores (as) ambulantes, o prefeito do DEM faz o contrário.

Vaidoso e autoritário, utiliza a prefeitura até para tentar prejudicar a TVE, que faz a melhor transmissão do carnaval de Salvador para o mundo. Tudo para beneficiar a empresa de sua família, na qual tem participação societária. Vá de retro, neto! Não fique irritadinho com o excelente desempenho da TV pública que é da Bahia e dos baianos (as)! Se você fica irritado, nós ficamos orgulhosos!! A TVE comprova para Bahia e para o mundo que é possível, sim, oferecer conteúdo de qualidade e fazer cobertura de eventos de entretenimento com criatividade, garantindo espaços para atrações que a sua emissora sempre deixou na invisibilidade, como o samba e os blocos afros. É porque democracia, na essência, a gente sabe fazer. Já você…

*Marcelino Antonio Martins Galo é engenheiro agrônomo e deputado estadual pelo PT da Bahia.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]