Sindicatos alemães cobram um julgamento justo, o fim da perseguição política e o zelo pela democracia no Brasil

Em carta, presidentes de sindicatos alemães expressaram preocupação com a situação no Brasil.

Sindicatos de trabalhadores de serviços e metalúrgicos da Alemanha expressam sua preocupação com o processo ao qual o presidente Lula vem sendo submetido.

Em carta enviada à Presidência da República, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Alemanha, Jörg Hofmann, expressou sua preocupação em relação ao processo judicial ao qual Lula está submetido, caracterizado pela ausência de provas referentes às acusações imputadas ao ex-presidente. Segundo Hofmann, o certame provoca a suspeita de se estar produzindo uma campanha de assédio contra o principal rival político nas próximas eleições presidenciais.

Ao mesmo tempo, Frank Bsirske,  presidente do sindicato dos trabalhadores do setor de serviços alemão, Verdi, afirma que, apesar do Brasil ter ratificado instrumentos de proteção internacional de Direitos Humanos, vem os infringindo no caso do ex-presidente Lula e roga ao governo brasileiro que cumpra os tratados e garanta o devido processo legal e um processo justo. A carta foi enviada ao presidente do Senado e Congresso Nacional, Eunício Oliveira; à presidente do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia; à Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge; e aos desembargadores do TRF-4, Leandro Paulsen, João Paulo Gebran Neto e Victor Laus.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]