Rui Costa, políticos e representantes de movimentos sociais lamentam morte de Márcio Oliveira Matos; governador determinou apuração rigorosa do homicídio contra líder do MST

Governador Rui Costa lamenta assassinato de Márcio Oliveira Matos e determina investigação rigorosa.

Governador Rui Costa lamenta assassinato de Márcio Oliveira Matos e determina investigação rigorosa.

O governador Rui Costa lamentou, por meio das suas redes sociais, a morte de Márcio Oliveira Matos, dirigente do MST e membro do Partido dos Trabalhadores (PT). Aos 33 anos, ele foi morto nesta quarta-feira (24/01/2018) na cidade baiana de Iramaia.

“Lamento a morte de Márcio Oliveira Matos, mais conhecido como Marcio do MST. Conhecido pela firme luta em defesa da igualdade social, ele foi assassinado no município de Iramaia. Tão logo soube da triste notícia, determinei à Secretaria de Segurança Pública a imediata e rigorosa apuração do crime.  Meus sentimentos de pesar aos amigos e familiares neste momento de profunda dor”, afirmou o governador.

Marcinho será inspiração para novas lutas, diz ex-governador Jaques Wagner

O secretário de Desenvolvimento Econômico Jaques Wagner lamentou hoje a morte de Márcio Matos, conhecido como Marcinho do MST, ocorrida ontem (24) em Iramaia, no interior do estado.

“Era uma jovem liderança, sempre atuou em defesa dos menos assistidos e fará muita falta. Sua morte provoca tristeza e até revolta. Mas também nos fortalece para prosseguir com na luta pela justiça social. Marcinho será sempre uma inspiração”, disse o ex-governador da Bahia. “Aos familiares, amigos e companheiros de luta, deixo um abraço carinhoso, desejando que tenham forças para superar este momento difícil”, completou Jaques Wagner.

Deputado Alex Lima lamenta morte de Marcinho do MST e pede rigorosidade nas investigações 

O deputado estadual Alex Lima (Podemos) lamentou a morte de Márcio Oliveira Matos, 32 anos, dirigente do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), assassinado na noite desta quarta-feira (24) na cidade de Iramaia, região da Chapada da Diamantina. “Com muita tristeza recebi a notícia da morte de Marcinho. Apesar de jovem, ele sempre se destacou pela força, coragem e militância que resultou em grandes conquistas para o Movimento Sem Terra. Registro toda minha solidariedade e sentimentos de pesar para familiares e amigos deste grande guerreiro que dedicou sua vida à promoção da igualdade social”, disse o deputado, pedindo rigorosidade nas investigações. “Peço à Secretaria de Segurança Pública celeridade nas investigações para que os autores deste crime covarde sejam identificados e punidos. Para nós, que acompanhamos toda disposição e alegria de Marcinho, fica apenas a saudade e as lembranças de uma trajetória dedicada às políticas de reparação”, completou.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]