Novo presidente da Qualcomm é brasileiro

Qualcomm é uma empresa estadunidense fundada em 1985 que produz os chipsets dos celulares de tecnologia CDMA e W-CDMA.

Qualcomm é uma empresa estadunidense fundada em 1985 que produz os chipsets dos celulares de tecnologia CDMA e W-CDMA.

A Qualcomm anunciou na quarta-feira (27/12/2017) que terá um novo presidente a partir do dia 4 de janeiro de 2018. Ele se chama Cristiano R. Amon, brasileiro formado pela UNICAMP, em São Paulo. Atualmente, Amon é presidente da divisão QCT da Qualcomm, responsável pela tecnologia CDMA da empresa.

Depois de assumir a presidência da companhia, Amon continuará liderando a divisão QCT, e vai responder diretamente ao CEO (chefe executivo) Steve Mollenkopf. A promoção do brasileiro veio por conta da sua trajetória na companhia, que se tornou um dos maiores ícones no mercado mobile nos últimos anos, em parte por conta de sua liderança, de acordo com o comunicado oficial publicado hoje.

Ele também vai ajudar a liderar a nossa transição para o 5G

“O conjunto único de habilidades em negócios, engenharia e operações do Cristiano o tornam ideal para continuar levando a posição de tecnologia e liderança da Qualcomm para o mercado mobile, da internet das cosias, automotivo, da computação de ponta e de redes. Ele também vai ajudar a liderar a nossa transição para o 5G”, disse Mollenkopf.

Nos últimos cinco anos, Amon foi o líder da divisão de semicondutores da Qualcomm. Antes de estar na companhia de San Diego, ele liderou o departamento de tecnologia da Vésper — antiga operadora do Rio de Janeiro — e esteve em diversos cargos na NEC, Velacom e Ericson.

*Com informações da TecMundo.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]