Lula é nosso candidato de qualquer jeito, afirma deputado Marcelino Galo, em Porto Alegre

Marcelino Galo: Lula será nosso candidato.

Marcelino Galo: Lula será nosso candidato.

O deputado estadual Marcelino Galo (PT) considerou uma “condenação política” a decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, de Porto Alegre, sobre o ex-presidente Lula. O TRF-4 ratificou a condenação do petista proferida pelo juiz Sergio Moro, em primeira instância, e aumentou a pena para 12 anos e 1 mês de prisão pelo suposto “recebimento” da Construtora OAS de um apartamento no litoral de São Paulo, mesmo a defesa refutando a acusação. Galo afirmou que mesmo condenado “Lula será nosso candidato” e avaliou que o judiciário brasileiro comprova ao mundo que é falho e parcial ao condenar o líder petista “sem provas” e manter impunes Aécio Neves, Michel Temer e pessoas ligadas a eles que foram flagrados recebendo dinheiro, fruto de propina, da JBS.

“É uma condenação política. Para citar dois exemplos, contra Aécio Neves há provas irrefutáveis: uma conversa gravada e uma mala de dinheiro, em caso que envolveu ainda sua irmã e um primo. Contra o golpista Michel Temer há uma gravação e imagens de um assessor levando uma mala de dinheiro. Todos estão soltos e impunes. Contra Lula não há provas. Apenas convicções e uso de declarações evasivas, o que prova e comprova, isso sim, a parcialidade do judiciário brasileiro”, considerou. O parlamentar baiano disse ainda que a quarta-feira (24/01/2018), “marca mais uma etapa do golpe”, que, em sua opinião, objetiva consolidar a agenda de reformas “ultraliberais” impostas pelo governo Michel Temer.

“Como nos revelou aquela gravação entre Romero Jucá e Sergio Machado, em 2016, há esse grande acordo nacional, da burguesia com a elite financeira internacional, para consolidar as reformas que retiram direitos e conquistas históricas da classe trabalhadora e do povo brasileiro, fragiliza nossa soberania nacional, com a entrega, de mãos beijadas, ao capital internacional, de nossos principais ativos estratégicos, e compromete, de morte matada, nosso desenvolvimento inclusivo e sustentável”, pontuou Marcelino, para quem a saída está na “luta democrática” nas ruas do Brasil.  “Fazer a luta democrática pelo país, contra as injustiças, o avanço do ultraliberalismo e a hipocrisia de nossa elite e de setores da classe média. Lula é vítima de feroz perseguição do tripé judiciário-mídia-capital-financeiro pelo que representa para nosso país: desejo de uma nação autônoma, forte, inclusiva, soberana e desenvolvida! Lula é inocente e, portanto, nosso candidato de qualquer jeito”, enfatizou Galo, ressaltando que a defesa do ex-presidente irá recorrer da decisão até a última instância.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]