Instituto ComVida realiza Sarau Negro em Camaçari

Coral e Grupo de Teatro ComVida realiza a sétima edição do Sarau Negro em Camaçari.

Coral e Grupo de Teatro ComVida realiza a sétima edição do Sarau Negro em Camaçari.

Com o tema ‘Minha História Negra – Força, Magnitude e Ancestralidade’, o Coral e Grupo de Teatro ComVida realiza neste sábado (27/01/2018), a sétima edição do Sarau Negro. O evento acontece a partir das 18 horas, no Auditório Mário Gusmão, situado na sede do Instituto ComVida, organização social que atua no Distrito de Catu de Abrantes, em Camaçari. O Sarau Negro é uma atividade artística que integra música, teatro, poesia, dança e artes visuais e faz parte das atividades do projeto Eu Sou Negão, um dos eixos de trabalho da organização.

Co-dirigido pela professora de canto e coordenadora pedagógica do Instituto, Itana Rosa, e pela atriz e diretora de teatro Mirela Matos, o espetáculo é uma grande celebração das artes e da cultura das periferias e contará com a participação de jovens de outras comunidades, como Cajazeiras. O trabalho visa descartar as ideias pré-concebidas e assimiladas na perspectiva de negação da cultura negra, embasadas no mito da democracia racial.

Referência à marcante música do cantor e compositor Gerônimo, o ‘Eu Sou Negão’ auxilia o processo de formação identitária e desenvolvimento pessoal dos jovens integrantes do Instituto ComVida. O projeto é pensado como ação de fortalecimento da reflexão continuada de valorização da cultura negra, em uma comunidade marcada pelo traço racial e seus impactos nas condições sociais de sua população, apesar de habitarem uma região de grande potencial de desenvolvimento econômico, às margens da Estrada do Coco.

O projeto tem sido contemplado por personalidades negras renomadas na Bahia e no Brasil, a exemplo do compositor e poeta Jorge Portugal; da Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado, Olívia Santana; os cantores Dão e Lazzo Matumbi; o cartunista Cau Gomez; o ator Luis Miranda; a Defensora Pública do Estado da Bahia, Vilma Reis; a atriz Clara Paixão; o artista plástico Marcos Costa e a psicóloga Vera Santos. Em momentos diversos, eles têm participado das atividades, dentre elas palestras, exposições fotográficas, shows, cineclube, debates, criação de murais e do grupo terapêutico ‘Raça é Se (Re) Conhecer’.

Instituto ComVida

O Instituto ComVida atende jovens entre 15 a 24 anos e tem como objetivo a inclusão destes jovens no mercado de trabalho e fortalecimento emocional a partir do processo de “consciência, direito e dignidade”. Os conteúdos trabalhados em todas as atividades têm por objetivo a valorização da identidade racial, além da garantia da promoção de subsídios psicológicos motivacionais para que os jovens se (re) afirmem enquanto negros nos diversos espaços sociais e, em muitos casos, reabilitem sua autoestima. Como resultado, o trabalho consolida também uma rede de agentes multiplicadores para formação cidadã, fortalecimento juvenil e enfrentamento do racismo, bem como de quaisquer padrões sociais que reproduzem a lógica de desvalorização dos traços da cultura negra.

Agenda

Quando: 27 de janeiro, às 18 horas

Local: Auditório Mário Gusmão – Sede do Instituto ComVida

Endereço: Rua Novo Horizonte, 88, Catu de Abrantes – Camaçari

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]