Confiança do empresário cresce e é a maior desde abril de 2011, informa pesquisa da CNI

Pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria aponta aumento do Índice de Confiança do Empresário Industrial.

Pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria aponta aumento do Índice de Confiança do Empresário Industrial.

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) subiu para 59 pontos neste mês. Com o aumento de 0,7 ponto em relação a dezembro, o indicador está acima da média histórica de 54,1 pontos e é o maior desde abril de 2011, informa a pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta sexta-feira (19/01/2018). Os indicadores da pesquisa variam de zero a cem pontos. Quando estão acima de 50 pontos mostram que os empresários estão confiantes. A confiança é maior nas grandes empresas, segmento em que o ICEI alcançou 61,1 pontos neste mês. Nas médias empresas, o indicador foi de 57,6 pontos e, nas pequenas, de 55,9 pontos.

De acordo com a CNI, a melhora da confiança é resultado do aumento do otimismo em relação ao desempenho da economia e das empresas nos próximos seis meses. O Índice de Expectativas cresceu 1 ponto frente a dezembro e alcançou 62 pontos em janeiro, o maior desde fevereiro de 2013. O índice é 7,3 pontos superior ao de janeiro de 2017. “As expectativas melhoraram porque os empresários percebem melhora em suas condições de negócios e, a partir disso, projetam um futuro mais promissor”, afirma o economista da CNI Marcelo Azevedo.

Essa percepção de melhora nas condições atuais dos negócios é verificada no Índice de Condições Atuais, que mostra a avalição dos empresários sobre o desempenho corrente das empresas e da economia. O índice alcançou 53,1 pontos em janeiro. Foi o quinto mês consecutivo em que o índice ficou acima dos 50 pontos.

O ICEI antecipa tendências de investimento na indústria. Empresários otimistas em relação ao desempenho presente e futuro das empresas e da economia tendem a investir mais. Isso é importante para a recuperação da atividade, a criação de empregos e a aceleração do crescimento econômico.

Essa edição da pesquisa foi feita entre 3 e 16 de janeiro com 2.772 empresas. Dessas, 1.091 são pequenas, 1.046 são médias e 653 são de grande porte.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]