Cláudio Silva defende a utilização das escolas públicas da Bahia para realização da biometria

Cláudio Silva aponta “falhas primárias” no processo de recadastramento da biometria realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). “Não é admissível que as pessoas padeçam até 12 horas numa fila com mais de três mil pessoas para fazer o processo da biometria no TRE”. O tribunal informou nesta quinta-feira (25/01/2018), através de seu presidente, José Edivaldo Rocha Rotondano, que o prazo final é mesmo até o dia 31 deste mês. Entretanto, há três casos onde o prazo é até 09 de maio: eleitores que vão fazer título pela primeira vez, os eleitores que vão transferir os seus títulos e os que não votaram no último pleito e querem regularizar a sua situação.

“Para evitar novas filas, o TRE pode utilizar as escolas públicas das redes municipal e estadual para estes casos específicos e no caso de uma prorrogação. É preciso descentralizar o processo”. Há também uma grande expectativa pela prorrogação de prazo porque até ontem (24) 1,3 milhão de eleitores ainda não tinham feito o recadastramento biométrico na Bahia.

Segundo Cláudio Silva, “com os dados no segundo semestre do ano passado sobre a grande quantidade de baianos que ainda não tinha realizado o processo; seria necessário um planejamento para evitar o sofrimento que as pessoas estão passando na fila de recadastramento”. Pré candidato a deputado federal pelo PP, Cláudio Silva que já gerenciou o setor de informática do TRE, lembrou que as urnas eletrônicas são utilizadas para as votações nas escolas.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]