Caravana de jovens visita Salvador para articular rede contra o trabalho infantil

Integrantes da Caravana pelo Direito à Participação de Crianças e Adolescentes.

Integrantes da Caravana pelo Direito à Participação de Crianças e Adolescentes.

Estimular a juventude a participar ativamente da sociedade, com debates e ações práticas voltadas a temas relacionados à infância e à juventude. Com esse propósito, três jovens integrantes de um comitê nacional chegaram a Salvador na manhã desta sexta-feira (19/01/2018) para uma série de encontros. Eles integram a Caravana pelo Direito à Participação de Crianças e Adolescentes. A meta principal é articular grupos de jovens e instituições para a realização, em Salvador, no mês de abril, de um grande encontro da juventude baiana. O alvo das ações é o combate ao trabalho infantil e a promoção da educação, da aprendizagem e do apoio à juventude.

O primeiro compromisso dos adolescentes Felipe Caetano, Davida Albuquerque e Mario Emmanuel, os dois primeiros do Ceará e o último de Pernambuco, foi um encontro com a procuradora Rita Mantovaneli, que integra a coordenadoria regional de combate ao trabalho infantil do Ministério Público do Trabalho. Os jovens estão percorrendo em caravana os nove estados nordestinos e mais o Pará para conversar com outros adolescentes e articular eventos de debate e engajamento nas ações de combate ao trabalho infantil. Na Bahia, eles ainda visitam a sede do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e conversam com um grupo de jovens do bairro de Itapagipe.

“Conversar com esses jovens nos traz uma forte esperança de que há um futuro promissor para o país construído principalmente através da iniciativa e do comprometimento da juventude com o aprimoramento de nossa sociedade”, afirmou a procuradora após o encontro, que definiu a parceria do MPT na Bahia para a realização do encontro estadual de jovens, em abril. “O MPT se comprometeu a apoiar o evento, convocando todos os 417 municípios do estado a enviar até três representantes para um grande encontro em Salvador, no mês de abril. Nesse encontro, pretendemos criar o Comitê Estadual de Adolescentes na Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Ceapeti), que existe em outros estados, mas anda não foi criado na Bahia”, informou a procuradora.

Rede de proteção

“Nós estamos percorrendo dez estados com a missão de conversar com os jovens de cada um desses lugares e com instituições como o MPT e o Unicef para a articulação de redes regionais de proteção, através da realização de encontros, do compartilhamento de informações e da realização de constante debate sobre os temas relativos à infância e à juventude de nosso país”, afirmou Felipe Caetano, 16 anos. Após o encontro no MPT, os três jovens, acompanhados de adolescentes de Salvador que já integram o Comitê Nacional de Adolescentes na Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Canpeti), seguiram para a sede do Unicef, no Bairro da Pituba.

“Viemos buscar informação aqui. Saber quais são os grupos de jovens articulados, como estão as articulações, conhecer a situação do trabalho infantil na Bahia e as políticas públicas em execução, entre outras coisas”, explicou Felipe Caetano. A Agenda do grupo prossegue nesse sábado (20/01), a partir das 8:30 horas, quando acontece um encontro com integrantes da Rede de Proteção e Ação de Itapagipe. Vai ser um bate-papo no Centro Cultural de Alagados com o objetivo de compartilhar experiências de atuação.

A caravana

A Caravana da Participação é uma iniciativa dos próprios adolescentes e conta com apoio do Ministério Público do Trabalho no Ceará, da Associação para o Desenvolvimento dos Município do Estado do Ceará (APDMCE), do Canaeti, dos comitês estaduais (Ceapeti), do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT 8), da Universidade Federal Rural do Pernambuco (UFRPE) e dos Fóruns Estaduais de Erradicação do Trabalho Infantil, dentre outros órgãos e entidades. Eles seguem agora em direção a mais três capitais nordestinas na semana que vem.

A iniciativa também conta com o apoio de pessoas físicas, que contribuem com recursos próprios para custeio de despesas com alimentação e deslocamento urbano dos adolescentes. À medida que segue o seu percurso, os jovens recebem novos parceiros. Interessados em contribuir podem entrar com contato com a organização, através do e-mail [email protected] Ao final da Caravana, será publicado um livro reunindo relatos dos encontros em todos os estados visitados, experiências exitosas e depoimentos de jovens.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]