Quem tem fé vai a pé com Lula | Por Ademário Costa

Cena da festa da Lavagem do Bonfim ocorrida em 2015, em Salvador.

Cena da festa da Lavagem do Bonfim ocorrida em 2015, em Salvador.

Em 1789 a conjuração baiana plantou as ideias ( independência e o fim da escravidão, um governo republicano, democrático, com liberdades plenas, o livre-comércio e abertura dos portos) que desembocaram na revolta popular e de massas que, ao lado da força militar imperial, interrompeu o domínio do Estado Português sobre o Brasil no ano de 1823.

No dia 11 de janeiro de 2018, *Luiz Inácio Lula da Silva, o maior líder popular*da nossa história contemporânea estará na Bahia para participar do cortejo popular da lavagem do Bonfim. Será acompanhado por uma multidão sincrética, preta, mestiça, mística abrindo o início do ciclo de festas populares da Bahia.

Com Lula estarão os descendentes de Luiza Mahim, Akotirene, Lucas Dantas, Tomás Antônio Gonzaga, Maria Quitéria, Ana Néri, Pacífico Licutan, João de Deus e milhões de outros heróis anônimos, revolucionários injustiçados da nossa história. Estaremos todos nós encarnando seus ideais como um só povo, personificado na imagem gloriosa do senhor Silva.

Dia 24 de janeiro será a vez dos farroupilhas, dos lanceiros negros, dos herdeiros dos povos das Missões. Assim como aqui, lá também a república foi disputada à ferro, fogo e sangue. Em Porto Alegre Lula será escoltado pelo espírito internacionalista de Garibalde. Heróis de vários mundos irão demonstrar a dimensão histórica da sua presença, será o dia da unidade das lutas do mundo todo.

E assim seguiremos 2018. Contra as forças opressoras que assolam nuestra América, reergueremos o espírito combativo de Aimberê e Zumbi, de Dandara e Dorcelina. Sejamos Balaios, Cabanos, Quilombolas, Tamoios,Tapuias, Mandingas, Malês, Berberes, Contestados, Conselheiros, e confederados do Equador.

Chegamos até aqui lutando contra um projeto secular de extermínio e dominação. Reescreveremos a nossa história refletindo os exemplos mais admiráveis da nossa ancestralidade. Toda esta energia está viva dentro de nós. Vamos botar para fora a força da nossa persistência e resistência. Marcharemos no asfalto das ruas, nas linhas tortas das baixadas e das quebradas, nos becos e vielas.

Organizaremos nosso povo. Transformaremos essa revolta latente em luta popular prolongada e de massas. Seremos altivos, seremos confiantes, seremos a luta, seremos um, seremos Lula!

*Ademário Costa é sociólogo e militante do Partido dos Trabalhadores

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]