Presidente Nacional do PSB participa de atividades em Salvador

Presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira.

Presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira.

O presidente Nacional do Partido Socialista Brasileiro, Carlos Siqueira, participa, nesta segunda-feira (11/12/2017), de uma série de atividades em Salvador. Às 16h30, ele concede entrevista coletiva na sede do PSB, no bairro do Rio Vermelho e, às 18h30, faz o lançamento, na capital baiana, do Boletim de Conjuntura Brasil Nº 6, cuja a capa traz o título Socialismo Criativo.

O segundo evento se realizará na FTC – Faculdade de Tecnologia e Ciências – Avenida Luís Viana Filho, Nº 8812 e com palestras de Paulo Miguez, vice-reitor da UFBA e Francesco Farruggia, presidente da Campus Party.

Sobre a publicação – Além de uma apresentação de Renato Casagrande Presidente da FJM – Fundação João Mangabeira, o boletim traz uma nota histórica de Paulo Miguez textos de Domingos Leonelli. Um dos seus textos é exatamente “Porque do Socialismo Criativo”, que parte do princípio que o desenvolvimento das forças produtivas e das relações de produção em qualquer variante teórica, tem na tecnologia um ponto de inflexão. Por outro lado, se nos últimos anos o capitalismo demonstrou sua criatividade traduzida em produtos de valor universal, exportando cultura e, até mesmo, modos de vida, o socialismo, supostamente seu sucedâneo histórico, precisará demonstrar o seu potencial criativo, ou quedará vencido como o socialismo soviético que se revelou incapaz de criar marcas e produtos aptos a disputar com os produtos do capitalismo.

Em outras palavras o capitalismo moderno só será efetivamente superado por um socialismo criativo.

Mais a ideia do socialismo criativo não inclui apenas a economia criativa, mas a inovação no seu sentido mais amplo, a sustentabilidade ambiental, o empreendedorismo, a participação democrática, e principalmente, novas formas e metodologia de organização social e política.

Se a criatividade capitalista tem como objetivos principais a ampliação do mercado e do lucro, a criatividade socialista deve ter como objetivo a ampliação de espaços de na sociedade e o bem-estar das pessoas.

E a agenda dos partidos políticos socialistas que lutam pelo socialismo democrático no mundo, precisa incorporar a inovação e a economia criativa como estratégia de desenvolvimento social econômico e político.

O socialismo criativo deve se constituir na dimensão social e humana do desenvolvimento das forças produtivas e da revolução tecnológica.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]