Prefeito José Ronaldo dá ordem unida: tem que criticar e cobrar o governador Rui Costa; na sequência, pergunta: “o que ele fez por Feira de Santana”

Encontro ente o prefeito José Ronaldo e a imprensa de Feira de Santana foi demarcado pela orientação de ataque ao governador Rui Costa.

Encontro ente o prefeito José Ronaldo e a imprensa de Feira de Santana foi demarcado pela orientação de ataque ao governador Rui Costa.

Usando tom severamente crítico e pouso usual, prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM), abordou a gestão do governador Rui Costa (PT) com relação aos investimentos realizados no município.

As críticas de José Ronaldo perduraram por 20 minutos e tiveram como alvo a falta de saneamento do entrono da Lagoa Grande; investimentos municipais e federais no BRT, afirmando que não ocorreu interferência ou investimento do governo do estado no sistema de transporte público em implantação no município; disse que o investimento realizado pelo governador, no Hospital Estadual da Criança (HEC), não foi R$ 4 milhões, mas, de apenas R$ 750 mil; em seguida questionou, quais foram as obras do governador em Feira de Santana.

Dando sequência ao ataque político ao governo Rui Costa, o prefeito apontou falhas na duplicação das avenidas marginais à Eduardo Fróes da Mota (Anel de Contorno Viário), trecho compreendido do viaduto da BR 324 ao viaduto que conecta as Avenidas Getúlio Vargas com Noíde Cerqueira.

Abordando a base política do governador em Feira de Santana, José Ronaldo provocou o deputado federal Fernando Torres (PSD), afirmando que muito pouco pôde fazer, quando secretário do governo Rui Costa, porque a maior parte das verbas da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (SEDUR) estavam condicionadas ao Sistema Metroviário Salvador – Lauro de Freitas.

As provocações de José Ronaldo não cessaram e foram dirigidas, também, ao líder do governo na Assembleia Legislativa (ALBA), deputado José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT), questionando a capacidade de comunicação entre o deputado e o governador. “Quando fui líder do Governo Paulo Souto fala como o governador a qualquer momento”, afirmou.

As críticas do prefeito José Ronaldo objetivaram mobilizar o conjunto de profissionais de imprensa que segue a liderança do alcaide. Foi um discurso dirigido à um público selecionado, com a finalidade política de desgastar a imagem do governador, junto à população feirense.

O encontro entre o alcaide e a imprensa ocorreu no auditório da sede da Secretaria Municipal da Saúde de Feira de Santana, durante evento promovido neste sábado (23/12/2017) pela Secretaria Municipal de Comunicação Social (SECOM), cuja finalidade era debater com os profissionais de comunicação ‘A produção jornalística no rádio’, ‘A postura profissional em uma entrevista coletiva’ e a ‘A conquista da credibilidade’. Ao final do evento, como ocorreu em anos anteriores, o secretário de Comunicação, Valdomiro Silva, homenageou profissionais da imprensa com a placa ‘Faço Parte dessa História’.

Confira vídeo

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).