Petrobras diz que Campo de Mero, no pré-sal, tem 3,3 bilhões de barris; ANP coloca 846 blocos para exploração de petróleo e gás em oferta permanente 

Plataforma de petróleo offshore.

Campo de Mero, no Bloco de Libra, tem 3,3 bilhões de barris de petróleo.

O Campo de Mero, no Bloco de Libra, tem 3,3 bilhões de barris de petróleo, segundo informou nesta sexta-feira (30/11/2017) a Petrobras. A declaração de comercialização foi apresentada à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

“O Campo de Mero está localizado a cerca de 180 quilômetros da costa do Rio de Janeiro, em águas ultraprofundas, e apresenta reservatórios de carbonato de alta qualidade com alta produtividade. Durante a fase exploratória e de avaliação, oito poços de extensão foram perfurados na área do PAD [Plano de Avaliação da Descoberta] identificando reservatórios com óleo de boa qualidade e alto valor comercial”, destacou a estatal.

De acordo com a Petrobras, o primeiro óleo do campo foi produzido por meio da plataforma flutuante FPSO Pioneiro de Libra, em um teste de longa duração, com o objetivo de avaliar o comportamento do reservatório de petróleo e ampliar o conhecimento das características da jazida.

A Petrobras lidera o consórcio de Libra, com participação de 40%, em parceria com a holandesa Shell (20%), a francesa Total (20%) e as chinesas CNPC (10%) e CNOOC Limited (10%).

ANP coloca 846 blocos para exploração de petróleo e gás em oferta permanente 

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgou hoje (1º) as áreas para exploração e produção de petróleo e gás natural disponíveis em oferta permanente. São 846 blocos de 13 bacias sedimentares, somando uma área total de aproximadamente 285.400 quilômetros quadrados , e 15 áreas com acumulações marginais em três bacias terrestres.

As áreas selecionadas podem ser encontradas no site da agência na internet e incluem blocos nas bacias do Recôncavo, Potiguar Terra,  de Sergipe-Alagoas Terra e  do Espírito Santo Terra; nas bacias terrestres de nova fronteira do Acre, Amazonas, Paraná, da Parnaíba,  de São Francisco e Tucano; e nas bacias marítimas do Pará-Maranhão,  de Sergipe-Alagoas, Campos e Santos.

A ANP esclareceu, ainda, que as áreas com acumulações marginais estão nas bacias terrestres do Espírito Santo, de Potiguar e  do Recôncavo. Todas as áreas selecionadas dependem de avaliação dos órgãos ambientais.

O processo de oferta permanente

O processo de oferta permanente (previsto no artigo 4º da Resolução CNPE nº 17/2017) prevê a oferta contínua de campos devolvidos (ou em processo de devolução), de blocos exploratórios ofertados em rodadas anteriores e que não arrematados, além dos blocos devolvidos à Agência.

Segundo as informações divulgadas, até o final de abril de 2018, a ANP informará as regras para participação e os parâmetros técnicos e econômicos das áreas em oferta permanente, quando o processo de licitação será iniciado de forma contínua. As sessões de apresentação de ofertas deverão ocorrer a partir de novembro de 2018.

A agência reguladora esclareceu, ainda, que para a realização da sessão de apresentação de ofertas, a ANP deverá ter recebido ao menos uma manifestação com o aporte da garantia de oferta para cada área de interesse.

Para a ANP, a abertura do processo de oferta permanente representa mais um passo importante na retomada da atividade de exploração e produção de petróleo e gás natural no Brasil. “A iniciativa de trazer oportunidades para empresas de distintos perfis e tamanhos, faz parte de um conjunto de medidas que estão sendo adotadas visando ao desenvolvimento de um setor diversificado, dinâmico e competitivo nos diferentes ambientes exploratórios existentes no Brasil: pré-sal, mar convencional e terra”, diz a nota.

Com a iniciativa para disponibilizar áreas em oferta permanente, a ANP espera “contribuir para o aumento dos investimentos e da produção de petróleo, com impactos na arrecadação e na geração de emprego e renda, especialmente nas regiões selecionadas”.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]