Nota “C” para contas do Governo da Bahia é “manipulação injustificável”, critica Jorge Solla; deputado lembrar que estados caloteiros, a exemplo de Rio de Janeiro e São Paulo, foram beneficiados por golpistas

Ex-executivos, delatores da Odebrecht, confessaram entrega de propina ao prefeito de ACM Neto, investigação precisa ser acelerada, diz deputado Jorge Solla.

Deputado Jorge Solla diz que governo do golpe em associação com usurpadores privilegia gestões de estados caloteiros, a exemplo do Rio de Janeiro e São Paulo, e prejudica governo da Bahia.

O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) contestou a avaliação contábil do Tesouro Nacional que deu nota “C” às finanças do Governo da Bahia. “Atrasaram a liberação e mudaram a regra em novembro para prejudicar a Bahia. Uma manobra calhorda que submete o Tesouro Nacional a este tipo de vexame”, disse o petista.

Ele destaca que desde julho deste ano o governo do Estado já tinha cumprido com todas as etapas técnicas para a liberação do empréstimo de R$ 600 milhões que o governador Rui Costa (PT) captou junto Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). “Em 16 de agosto, relatório do Tesouro manteve a nota B que a Bahia sustentava há anos. Estava tudo ok, mas eles seguraram por pedido de ACM Neto em acordo com Temer, isso é público”, recorda Solla.

Somente após a mudança de metodologia de avaliação estabelecida na Portaria do Ministério da Fazenda nº 501/2017, de 27 de novembro, a nota da Bahia foi rebaixada para “C”, em novo boletim divulgado nesta quinta-feira (07/12/2017).

“A captação deste recurso foi parte de um acordo político que o presidente golpista fez com os governos que tinham finanças saneadas e não precisaram aderir ao socorro que a União deu a estados que estavam perto do calote, como São Paulo e Rio de Janeiro. Foi um socorro de R$ 400 bilhões em que o Nordeste não levou 5% da ajuda. Para criar alguma compensação, Temer acordou em permitir que a União fosse fiadora de empréstimos internacionais aos estados que não recorreram ao socorro. Agora eles vêm com esse diversionismo calhorda”, recorda o petista.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]