Estudantes dos corais do Programa Música na Escola se apresentam no Natal Encantado 2017 de Feira de Santana

Coral formado por estudantes do Programa Música na Escola realizam apresentação no Mercado de Arte Popular de Feira de Santana.

Coral formado por estudantes do Programa Música na Escola realizam apresentação no Mercado de Arte Popular de Feira de Santana.

Estar em um palco e ter contato direto com o público geram diversas sensações nas crianças e adolescentes. Ansiedade, felicidade, nervosismo e animação são algumas delas listadas pelos alunos da Rede Municipal de Ensino que durante o Natal Encantado de Feira de Santana se apresentam em diversos espaços.

Nesta quinta-feira (21/12/2017), os estudantes dos corais do Programa Música na Escola, que durante toda esta semana encheram o Mercado de Arte Popular (MAP) de música e magia, destacaram a emoção de que toma conta deles e também dos familiares.

“Quando estou cantando fico mais calma”, afirma a estudante Tainá Lima

A ansiedade foi marcante para Tainá Santos Lima, que subiu ao palco do Natal Encantado pela primeira vez. “Quando soube que ia participar fiquei muito feliz, mas também muito nervosa de saber que teria tanta gente assistindo. Porém, quando estou cantando fico mais calma. Estar com meus amigos me deixou tranquila”, declara Taíná, que é aluna do 4º ano da Pré-Escola Municipal Dr. Nantes Bellas Vieira.

Experiente em apresentações, a pequena Ana Clara destaca alegria de estar no palco

Já para Ana Clara da Silva Conceição, que já participou em algumas outras edições do evento, voltar ao palco é apenas motivo de felicidade. “Não consigo lembrar quantas vezes já estive no Natal Encantado, mas sei que na primeira vez fiquei nervosa. Hoje eu só fico muito feliz e digo para os meus amigos não ficarem ansiosos, é uma sensação tão boa que não dá para explicar”, garante ela que é estudante do 5º ano da Escola Municipal Antonio Carlos Pinto de Almeida

Monitores usam técnicas para tranquilizar alunos

“Temos algumas técnicas para acalmar os alunos que não estão acostumados. Sempre ficamos próximos, na frente deles, orientando, para que se sintam mais confortáveis e seguros”, explica a monitora do Programa Música na Escola, Raisa Cruz Cerqueira Bastos. “Dizemos para eles cantarem com confiança e esquecerem que estão sendo assistidos”, explica.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]