Dois anos de falecimento de Mahomed Bamba é marcado por lançamento de site; pesquisador da Faculdade de Comunicação, da UFBA

Mahomed Bamba faleceu aos 48 anos, no dia 16 de novembro de 2015, no Brasil, na cidade do Salvador.

Mahomed Bamba faleceu aos 48 anos, no dia 16 de novembro de 2015, no Brasil, na cidade do Salvador.

Para marcar o aniversário do professor Mahomed Bamba, além dos dois anos do seu falecimento, é lançado neste mês de dezembro de 2017 o site memorial em sua homenagem, que reúne toda a sua produção bibliográfica para consulta pública. O site conta ainda com depoimentos de ex-alunos, amigos e colegas, além de um inventário de todas as homenagens prestadas ao professor desde sua morte.

O projeto foi pensado por Ana Camila Esteves, ex-aluna e amiga do professor, com quem conviveu durante sua passagem pelo grupo de pesquisa Laboratório de Análise Fílmica, do qual Bamba era um dos coordenadores, e também durante o curso do mestrado na Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas da UFBA, à qual o professor era vinculado. O site tem colaboração de Sirley Souza, companheira de Bamba.

Nascido em 23 de dezembro de 1966 na Costa do Marfim, viveu por mais de vinte anos no Brasil, terra que escolheu como sua e onde desenvolveu suas pesquisas na área do cinema e do audiovisual, com foco nos cinemas africanos e da diáspora. Entre 2009 e 2015 foi professor adjunto da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia.

Mahomed Bamba faleceu aos 48 anos, no dia 16 de novembro de 2015, no Brasil, na cidade do Salvador/BA, vítima de uma infecção generalizada. A morte comoveu a todos que o admiravam como pessoa e como professor. Ele partiu, mas deixou um legado de pesquisas que hoje são utilizadas como referência para os trabalhos publicados no Brasil e no mundo sobre recepção cinematográfica e cinemas da África e da diáspora.

Este site é uma tentativa de reunir este material para facilitar a consulta da produção bibliográfica de Bamba, além de compilar todas as homenagens feitas a ele desde o seu falecimento. “Esperamos que, com isso, a memória de Mahomed Bamba seja sempre mantida e o legado das suas pesquisas ainda possa orientar muitos estudiosos dos cinemas africanos e da diáspora”, declara Ana Camila.

Site: Memorial Mahomed Bamba – www.mahomedbamba.com

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]