Vereadora pede mais empenho da SEDESO de Feira de Santana no cadastramento de idosos

Eremita Mota: a falta desse registro pode deixar em Feira de Santana, a partir de janeiro, muitos idosos com os seus benefícios suspensos.

Eremita Mota: a falta desse registro pode deixar em Feira de Santana, a partir de janeiro, muitos idosos com os seus benefícios suspensos.

Em seu discurso na manhã desta terça-feira (07/11/2017), na Câmara Municipal de Feira de Santana, a vereadora Eremita Mota (PSDB) destacou que diversos idosos na cidade têm o benefício assistencial que é dado através da Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS) para quem nunca trabalhou ou tem pouca contribuição.

O objetivo da vereadora com o seu discurso é fazer um alerta, principalmente para a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, para que incentive os idosos ir até o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e fazer o seu cadastro único. “Esse cadastro é o NIS, Número de Identificação Social. Todo o cidadão que tem um benefício em programas sociais tem um NIS. E ele agora é obrigatório”, ressaltou.

O NIS é um número adquirido através de um cadastro realizado pela Caixa Econômica Federal que dá o direito aos brasileiros de participar de diversos programas e projetos oferecidos pelo Governo Federal como é o caso do Bolsa Família, Minha Casa, Minha Vida, e outros.

O cadastro tem que ser feito até o dia 31 de dezembro deste ano para que os benefícios não sejam cortados. “A falta desse registro pode deixar em Feira de Santana, a partir de janeiro, muitos idosos com os seus benefícios suspensos. É essa a minha preocupação”, afirmou.

A vereadora pediu então mais empenho da SEDESO nesse cadastramento, já que ao visitar o local encontrou apenas um pequeno resumo que não considerou como muito explicativo. “Quem não tem um conhecimento maior de interpretar o que estava escrito fica difícil de entender. Em minha opinião uma campanha deve ser feita para que todos os idosos se conscientizem de ir ao CRAS fazer o seu cadastro único para garantir o direito da permanência do seu benefício”, destacou.

Eremita ainda falou que deve haver mais calma no atendimento as pessoas na sede do Bolsa Família em Feira de Santana. Ela contou ter presenciado o mal atendimento e chegou a chamar de desumana a forma com que os beneficiários são tratados. “Parece que estão conversando com animais. Se fosse um cachorro acho que tratariam melhor”, criticou.

A edil concluiu sua fala salientando que os idosos têm seus direitos garantidos e merece da Secretaria responsável um pouco mais de atenção. “Em minhas visitas já estou alertando os idosos com que encontro para que façam seu NIS e não corram o risco de perder o seu direito”, finalizou.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]