Salvador: Feira Agroecológica comercializa produtos naturais, artesanatos e culinária no Pelourinho

Feira Agroecológica realizada por coletivo de associações de povos de terreiros, quilombolas e ciganos de Salvador.

Feira Agroecológica realizada por coletivo de associações de povos de terreiros, quilombolas e ciganos de Salvador.

Para ampliar o projeto de dinamização do Centro Histórico de Salvador, a Secretaria de Cultura do Estado (Secult), por meio do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), vai levar à Praça das Artes, na Rua Gregório de Matos, no Pelourinho, às quintas-feiras deste mês, uma Feira Agroecológica, realizada por um coletivo de associações de povos de terreiros, quilombolas e ciganos da Região Metropolitana de Salvador (RMS), liderados pela Associação Nacional Cultural de Preservação do Patrimônio Bantu (Acbantu).

A primeira edição da Feira Agroecológica está acontecendo nesta quinta (09/11/201), até às 16 horas, com o apoio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado (Setre). “É mais uma atividade importante para os objetivos do Ipac que, seguindo as orientações do Governo do Estado, tem trabalhado no sentido de dinamizar principalmente o Pelourinho. Como esta praça não suporta grandes eventos e estruturas, ela está aberta para a comunidade, especialmente, para as que não têm acesso a grandes espaços, a fim de mostrar seu trabalho, sua plantação. Isso é importante para a saúde, as pessoas e a economia”, explicou a chefe de gabinete do Ipac, Ana Liberato.

A Áwá Ações Coletivas, o Coletivo de Entidades Negras, a Associação Sol Nascente, a Cooperativa Kitanda Bantu e o Quilombo Pitanga dos Palmares levaram hortaliças, frutas e verduras livres de agrotóxicos, cosméticos naturais, doces, compotas, sequilhos, biscoitos, bonecas pretas, mandalas, relógios e diversos outros artesanatos e produtos da culinária produzidos por mais de 500 famílias de 12 comunidades.

As entidades foram selecionadas por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado (SDR). “O Governo da Bahia tem feito conversas com essas associações quando visualizamos algum espaço de feira. A gente tem tentado trazer a agricultura familiar para as feiras agroecológicas como essa que está acontecendo aqui. Convidamos algumas instituições, elas se reuniram e discutiram os produtos e as organizações que iriam participar”, disse o coordenador de acesso a mercados do órgão, Ronaldo Rodrigues.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]