“Netinho Malvadez e a política da perseguição”; ex-secretário estadual Robinson Almeida denuncia participação do prefeito de Salvador no bloqueio ao recurso financeiro destinado ao Governo da Bahia

Prefeito ACM Neto mente e prejudica o povo da Bahia. Malvadeza o caracteriza, assim como o povo distingui a personalidade do avô, diz Robinson Almeida.

Prefeito ACM Neto mente e prejudica o povo da Bahia. Malvadeza o caracteriza, assim como o povo distingui a personalidade do avô, diz Robinson Almeida.

Em nota encaminhada neste domingo (12/11/2017) ao Jornal Grande Bahia (JGB), o ex-secretário estadual de Comunicação da Bahia e pré-candidato a deputado estadual Robinson Almeida (PT) criticou ACM Neto (DEM), prefeito de Salvador, citando alcunha de ‘malvadeza’, mesmo tratamento que populares concediam ao o falecido senador Antônio Carlos Magalhães (ACM), avô do prefeito. A crítica é decorrente da participação do Democrata no bloqueio ao empréstimo de R$ 600 milhões, autorizado pelo Senado Federal ao Governo Rui Costa.

Na sequência, desqualificou declarações de “Netinho Malvadeza”, dizendo serem falsas afirmações sobre o Governo do PT na Bahia. “Foi a velha política da perseguição que impediu o povo baiano de obter mais investimentos em recuperação de estradas, infraestrutura e educação”, declara Robinson Almeida.

Confira a íntegra da nota ‘Netinho Malvadeza’

— O prefeito de Salvador, ACM Neto, quer confundir a opinião pública ao afirmar que o empréstimo de R$ 600 milhões para a Bahia não saiu devido a problemas do Governo do Estado. Mentira. Foi a velha política da perseguição que impediu o povo baiano de obter mais investimentos em recuperação de estradas, infraestrutura e educação.

O contrato do empréstimo chegou a ser publicado no Diário Oficial da União na véspera da votação da denúncia do MP contra Temer. ACM Neto condicionou o apoio dos seus deputados para salvar o presidente ao veto do empréstimo. Essa é a verdade. ACM Neto faz a velha política como o avô. Por isso, ganha o batismo de Netinho Malvadeza.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).