Feira de Santana: vereador ressalta importância de audiência pública para tratar sobre a empresa São João

Cadmiel Pereira: esta Casa deve fazer uma provocação aos donos da empresa São João para que eles expliquem melhor o que, de fato, está acontecendo.

Cadmiel Pereira: esta Casa deve fazer uma provocação aos donos da empresa São João para que eles expliquem melhor o que, de fato, está acontecendo.

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta quarta-feira (01/11/2017), na Casa Legislativa de Feira de Santana, o vereador Cadmiel Pereira (PSC) repercutiu o pedido de recuperação judicial solicitado pela empresa São João, permissionária do sistema de transporte público de Feira de Santana e entende que a Câmara deve realizar uma audiência pública para debater melhor o assunto.

“Esta Casa deve fazer uma provocação aos donos da empresa São João para que eles expliquem melhor o que, de fato, está acontecendo. Eles devem explicar, inclusive, que esse pedido de recuperação judicial não tem nada a ver com a Prefeitura, esclarecendo isso à população e dirimindo dúvidas.  Entendo também que na oportunidade o vereador Roberto Tourinho, juntamente com a população, pode formular as perguntas que precisam ser feitas.

Em aparte, o presidente da Casa, vereador José Carneiro Rocha (PSDB) disse compreender a preocupação dos colegas, mas lembrou que a empresa São João já emitiu nota pública explicando o fato. “Mas, se mesmo assim Vossas Excelências compreenderem que é necessária a realização de uma audiência pública, não vou me opor”, pontuou.

Participando do debate, o edil Luiz Augusto de Jesus (Lulinha, DEM), parabenizou Cadmiel pelo discurso e acredita ser necessário a realização da audiência pública. “A população precisa ser informada do que realmente está acontecendo e esclarecer tudo”, afirmou.

Também em aparte, o vereador Roberto Tourinho (PV) garantiu que dará entrada em um requerimento solicitando a realização de uma audiência pública. “Vamos convocar os donos da empresa, secretário Municipal de Transporte e Trânsito e o procurador do Município. É preciso entender que as empresas permissionárias são vencedoras de uma licitação que tem como critério a inserção de ônibus articulados no sistema BRT e sem esses carros o sistema não tem como funcionar. Queremos saber se elas têm condições de inserir estes carros e se não têm o que será feito? A nota pública divulgada pela São João não dá maiores detalhes sobre a saúde financeira, diz apenas o que falamos aqui”, observou.

De volta com a palavra, Cadmiel disse que o requerimento da solicitação da audiência pública deve ser de autoria de todos os vereadores. “Um governo transparente, como o que temos, não vai se opor a expor os fatos.  Concordo com Eremita quando ela sugere que a empresa Rosa também participe desta audiência para que possa expor sua saúde financeira”, analisou.

Também em aparte, o edil Lulinha pediu que o Ministério Público e o Sindicato dos Rodoviários também sejam convidados a participar desta audiência.

Para finalizar, o vereador Alberto Nery (PT) relatou que as empresas Rosa e São João chegaram à cidade para cumprirem um contrato emergencial e que com 50 anos de atuação no mercado, com apenas dois anos em Feira já pediram recuperação judicial. “Ela está praticamente falida. Mas, ano passado quando fiz uma audiência pública, onde elas já sinalizaram dificuldades financeiras, o poder público nada fez. Espero que nesta audiência eles apresentem a veracidade dos fatos e que as providências sejam adotadas”, finalizou.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]