Feira de Santana: Associação Brasileira de Cavalo Mangalarga Marchador avalia animais da raça

Cavalos da raça Mangalarga Marchador são avaliados em Feira de Santana.

Cavalos da raça Mangalarga Marchador são avaliados em Feira de Santana.

Até domingo este (19/11/2017), a Associação Brasileira de Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM) avalia animais da raça objetivando registro no Livro Aberto, condição que ocorre quando não é conhecida a ascendência genética do animal. A comissão responsável pela avaliação é formada por três técnicos de registro da ABCCMM. A atividade de observação e análise ocorre no Parque de Exposição João Martins da Silva.

A iniciativa com o apoio da Prefeitura de Feira de Santana, por meio da Secretaria de Agricultura. Quase cem animais, sem pedigree documentado, foram escritos para serem orientados.

Os técnicos realizam avaliação morfológica dos cavalos e éguas, como altura e tamanho da cabeça e observam atentamente a pisada. Aprovado, o animal é ferrado com o selo da associação.

“O animal que não preencher os padrões exigidos, não pode reproduzir com outros animais da raça”, afirmou o inspetor José Augusto Hirst. Os filhos não podem ser registrados na ABCCMM seu valor mais bem abaixo do praticado no mercado. Apenas pode levar os animais em avaliação criadores registrados na associação.

Animais ganham chip e fios de cabelo são retirados para formar banco genético

O Ministério da Agricultura publicou portaria determinando que o livro de registro permaneça aberto até 2019, informou Neto Portugal, criador de Mangalarga Marchador. Desta forma, os animais passam um ter um histórico, mesmo com a ascendência genética desconhecida e passam a adquirir valor do mercado. Os descendentes dos animais aprovados na inspeção passam a ser inscritos no Livro Fechado da raça.

Além do ferro com o símbolo da associação, cavalos e éguas ganham um chip – instalado no pescoço, e alguns fios do cabelo da cauda são retirados para formação do banco genético do animal. Apenas criadores associados podem submeter os animais às avaliações técnicas. Edward Fisher e Geraldo Coni e Mouro, técnicos de registro, também participam da avaliação dos animais.

Produtores rurais de Feira de Santana e região se destacam, em termos nacionais, como criadores da raça Mangalarga Marchador, em termos de quantidade, qualidade e aspectos morfológicos.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]