Edvaldo Lima afirma que vai pedir ao Governo Municipal de Feira de Santana suspensão de patrocínio para parada LGBT

Edvaldo Lima: quem quiser fazer festa, que faça com seu dinheiro.

Edvaldo Lima: quem quiser fazer festa, que faça com seu dinheiro.

No uso da tribuna da Casa Legislativa de Feira de Santana, na sessão ordinária desta segunda-feira (27/11/2017), o vereador Edvaldo Lima (PP) informou que irá encaminhar ofício ao Governo Municipal requerendo a suspensão de patrocínio para realização da Parada LGBT, que acontecerá em 03 de dezembro em Feira de Santana. O edil afirmou que o Município não deve destinar dinheiro público para eventos de interesse particular, sugerindo, ainda, o cancelamento do apoio da prefeitura à Marcha para Jesus.

“Estarei encaminhado, ainda hoje, ofício ao prefeito para que não libere nenhum tipo de verba para apoiar esse evento. Quem quiser fazer festa, que faça com seu dinheiro. Não tenho preconceito. Mas, liberar dinheiro público para fazer parada LGBT é um absurdo. Dinheiro público tem que ser investido na educação, saúde, segurança pública, mobilidade urbana. E para não dizer que somos intolerantes, a Marcha para jesus também não deverá contar com apoio do Poder Público. Os evangélicos devem tirar o dinheiro de seus bolsos para promover o evento”, declarou.

Em aparte, os vereadores Luiz Augusto de Jesus (Lulinha, DEM) e Isaías dos Santos (Isaías de Diogo, PSC) discordaram do discurso do colega do PP, afirmando que o Governo Municipal disponibiliza recursos e suporte para realização dos eventos no município, sem distinções.

Missões

Ainda no uso da tribuna, o vereador Edvaldo Lima parabenizou a Assembleia de Deus de Feira de Santana (ADEFS) pela realização da festa em comemoração aos 20 anos da Missão da igreja na África. “Quero parabenizar todos os bispos e pastores dessa igreja. Atualmente, são 150 igrejas evangélicas na África pregando o evangelho e o amor de Cristo”, parabenizou.

“Jesus não faz exceção de pessoas”, declara Aldney Bastos

A vereadora Aldney Bastos (Neinha, PTB), em um emocionante discurso na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, na sessão ordinária desta segunda-feira (27), chamou a atenção dos presentes para a importância do respeito às leis de Deus e do amor ao próximo. Neinha criticou os discursos carregados de preconceitos proferidos por alguns colegas vereadores na tribuna da Casa da Cidadania.

“Jesus não faz exceção de pessoas. Não se pode subir a essa tribuna para fazer distinção de pessoas. Quando um homem se levanta para crescer, Deus o abate. Recebi o chamado de Deus para dizer aos meus colegas: diga que vim para os doentes e não para os sãos. Não estou vendo o bom exemplo dos evangélicos nessa Casa. Este lugar precisa se ajustar. Deus quer o conserto no meio político”, declarou, sendo aplaudida pelos presentes no plenário e galerias da Casa.

João dos Santos tece elogios ao secretário Sérgio Carneiro e críticas ao colega Edvaldo Lima

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta segunda-feira (27), na Casa Legislativa, o vereado João dos Santos (João Bililiu, PPS) parabenizou o trabalho que o secretário municipal Sérgio Carneiro vem fazendo à frente da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. O edil aproveitou a oportunidade para criticar o discurso do colega Edvaldo Lima (PP) de que a Prefeitura não deve realizar investimentos na Parada Gay e elogiou o pronunciamento de Neinha (PTB), que defendeu o tratamento igual às pessoas.

“Gostaria de parabenizar o secretário Sérgio Carneiro pelo trabalho que vem fazendo à frente da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, em especial pela construção da ciclovia e pista de cooper no Parque Lagoa Grande. Estive no local juntamente com o prefeito José Ronaldo e o edil Luiz da Feira. A obra do Parque Lagoa Grande é de grande importância para a população e não poderia deixar de tratar dela aqui na tribuna”, elogiou.

Ainda no uso da tribuna, Bililiu criticou as palavras do colega Edvaldo Lima (PP), que se posicionou contra os investimentos da Prefeitura na Parada Gay. “Nós vereadores e os presentes nas galerias não somos forçados a ouvir de Edvaldo Lima palavras pejorativas. Isso nos entristece. Já Neinha, com suas sábias palavras, nos alegra. Ela se colocou contra as atitudes levianas e pejorativas de Edvaldo”, finalizou.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]