Pastor Claude Labrunie | Por João Baptista Herkenhoff

Pastor Claude Emmanuel Labrunie (1931-2017).

Pastor Claude Emmanuel Labrunie (1931-2017).

Faleceu no dia 30 de setembro de 2017, em Vitória, o Pastor Claude Emmanuel Labrunie.

A partida de Claude em direção à morada definitiva trouxe-me lembranças que registrarei neste texto.

O Bispo Dom Luís Gonzaga Fernandes, com apoio do Arcebispo Dom João Baptista da Mota e Albuquerque, criou a Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Vitória. Embora inspirada por Bispos, não se tratava de uma instituição católica. A luta pela Justiça é um compromisso de todos os cristãos. Em razão deste caráter ecumênico da CJP (sua sigla de combate), os Bispos convidaram três ministros evangélicos para integrar o grupo: Pastor Claude Labrunie, Pastor Jaime Wright e Pastor Joaquim Beato.

Nos tempos em que fui companheiro do Pastor Claude Labrunie na CJP, tivemos oportunidade de meditar sobre um preceito que se extrai do livro do Deuteronômio:

“Buscarás a Justiça, unicamente a Justiça, para que possas viver”.

No diálogo mantido com esse teólogo da Igreja Presbiteriana Unida, observamos a força do verbo buscar no contexto. Buscar a Justiça é muito mais que aplaudir a Justiça. Podemos aplaudir a Justiça, numa atitude de passividade, de mera aceitação. Já buscar a Justiça traduz atividade, ação, abandono da zona de conforto, luta.

Buscarás a Justiça e não apenas aplaudirás a Justiça – foi este foi o conselho de Moisés.

A unidade dos cristãos decorre de uma atitude, não é um rito. Comungam unidade fraterna todos aqueles – mulheres e homens –  que abominam as exclusões e as discriminações.

O testamento de Jesus pede que lutemos para rasgar todos os rótulos humilhantes que possam ser colocados na fronte das pessoas.

A Constituição diz que todos são iguais perante a lei. O Cristianismo diz muito mais que isto. Não somos apenas iguais perante a lei. Somos iguais no mais profundo do nosso ser, somos iguais na essência existencial.

Um homem descia de Jerusalém em direção a Jericó, mas caiu nas mãos de salteadores que o despiram e espancaram. Passou pelo caminho um sacerdote e nada fez. Passou um levita e fechou os olhos. Finalmente um samaritano teve compaixão, debruçou-se sobre o desconhecido e tratou-lhe as feridas. (Evangelho segundo Lucas, capítulo 10, versículos 30 a 37).

Os tempos de hoje demandam a Profecia. Não afinam com os desafios do presente os discursos frios, impessoais, supostamente neutros, supostamente apolíticos, que agradam a gregos e troianos. São discursos afinados com o sistema opressor.

O Profeta Claude Emmanuel Labrunie teve grande presença e atuação no Espírito Santo, em todo o território brasileiro e no Exterior. Foi membro do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), da Associação Mundial de Igrejas Reformadas (AMIR), da ISAL (Igreja e Sociedade na América Latina e da IPU (Igreja Presbiteriana Unida do Brasil).

*João Baptista Herkenhoff é magistrado aposentado e escritor (E-mail: [email protected]com).

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

João Baptista Herkenhoff
João Baptista Herkenhoff possui graduação em Direito pela Faculdade de Direito do Espírito Santo (1958) , mestrado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1975) , pós-doutorado pela University of Wisconsin - Madison (1984) e pós-doutorado pela Universidade de Rouen (1992) . Atualmente é PROFESSOR ADJUNTO IV APOSENTADO da Universidade Federal do Espírito Santo.Contato:Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas, Departamento de Direito. Avenida Fernando Ferrari, 514 | Goibeiras 29075-910 - Vitoria, ES - Brasil | Home-page: www.jbherkenhoff.com.br |E:mail: [email protected] | Telefone: (27)3335-2604