Estudantes de escola da rede municipal de Feira de Santana vivenciam fatos da história do Brasil em Cachoeira

Estudantes da Escola Municipal Geraldo Dias de Souza participam de aula de campo na cidade de Cachoeira.

Estudantes da Escola Municipal Geraldo Dias de Souza participam de aula de campo na cidade de Cachoeira.

Imagem de Jesus Cristo no Centro Histórico de Cachoeira.

Imagem de Jesus Cristo no Centro Histórico de Cachoeira.

O dia de aprendizado foi diferente para cerca de 110 estudantes da Escola Municipal Geraldo Dias de Souza, localizada no distrito de Humildes, em Feira de Santana. Nesta quarta-feira (25/10/2017), em uma excursão, jovens do 6º ao 9º ano vivenciaram uma experiência de aula de campo na cidade de Cachoeira-BA, localizada no Recôncavo Baiano, local histórico das lutas pela independência do Brasil e conhecida como “Cidade Heróica” e monumento nacional.

Para além da sala de aula, os estudantes puderam presenciar, em um verdadeiro museu a céu aberto, todo conteúdo da história da Bahia in loco, nos palcos dos principais episódios históricos descritos nos livros didáticos. A excursão teve como ponto de partida a Casa de Câmara e Cadeia (sede do Poder Legislativo de Cachoeira) e que já serviu de prisão. Os jovens também conheceram e aprenderam as técnicas de xilogravura na fundação Hansen Bahia, e puderam ver de perto os conventos da Ordem Terceira do Carmo (admite homens e mulheres) e da Ordem Primeira do Carmo (admite somente homens). A Igreja Matriz, Igreja de Nossa Senhora da Ajuda, assim como a Igreja de Nossa Senhora do Rosarinho, construída por negros e que atemporal abriga o Cemitério dos Africanos.

As artes também foram privilegiadas durante a visitação. Os estudantes conheceram a obra do artista José Cardoso de Araújo, conhecido como Doidão Bahia, escultor de peças em madeira com temáticas ligadas ao candomblé, a cidade de Cachoeira e até obras futuristas, como ‘O bebê do futuro’, obra favorita do artista que faleceu a cerca de um mês (23/09), deixando uma lacuna na arte e na cultura. Mas, ainda viva e com vigor.

Já Dona Dalva, Doutora Honoris Causa e autoridade do Samba, recebeu os estudantes na porta de casa, no bairro Rosarinho, e em poucas palavras resumiu a essência do samba, com um prato e um talher na mão. Tudo simples e que se transforma em cultura sob os cuidados da Doutora. E teve momento também para a sétima arte, como a visita ao Instituto Roque Araújo de Cinema e Audiovisual, de propriedade do cineasta homônimo que coleciona só na sede em Cachoeira um rico acervo que conta a história do cinema mundial e das produções feitas em parceria com Glauber Rocha e Roberto Pires.

O historiador e artista plástico Davi Rodrigues disse que trazer o estudante para uma aula de campo, principalmente para espaços ocupados anteriormente por pessoas ilustres e simples, com legado de afirmação, faz a informação circular melhor. “É uma maior facilidade de entendimento, há uma socialização. A aula de campo é de suma importância para qualquer atividade em estabelecimentos de ensino”, comentou.

Para Rodrigues, espaços como os conventos da Ordem Primeira e Terceira do Carmo e a Casa de Câmara e Cadeia, tem um significado que pontua um período que marcou na história do povo brasileiro, baiano e principalmente do recôncavo. “Cada legado desse tem essa tradução desse significado e cada um diferenciando outro”.

Para o Professor de História e Artes e organizador da excursão, Reginaldo da Silva Santos, o objetivo da viagem é proporcionar aos estudantes facilidade em reconhecer a história e aspectos geográficos e observar como o negro transformou a economia do país. “O aluno tem a vivência pois está vendo o aspecto local, no livro didático, e assim vê de perto os acontecimentos”, disse.

O estudante Sidnei Santos Bacelar, de 14 anos, esteve pela primeira vez em Cachoeira e avaliou como produtiva a aula de campo. “Gostei das igrejas. São muitos templos. Foi muito bom por que são temas que vemos na sala de aula e agora foi em campo”, disse o estudante do 9º ano.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]