Comitiva da União Europeia visita a UPB em busca de parceria para implementação do Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia

Comitiva da União Europeia visita a UPB.

Comitiva da União Europeia visita a UPB.

Em 2030, 90% da população brasileira estará vivendo em cidades. Para sensibilizar os prefeitos e influenciar o aprimoramento de políticas públicas por meio da cooperação internacional bilateral entre os municípios baianos e europeus, membros da União Europeia (UE) visitaram a sede da União dos Municípios da Bahia (UPB), nesta quinta-feira (19/10/2017), e dialogaram com os gestores baianos sobre o Pacto Global de Prefeitos para o Clima e Energia.

Liderando a comitiva de embaixadores, cônsules e representantes de 17 países europeus, o embaixador da EU no Brasil, João Gomes Cravinho, destacou que a ideia é aprofundar os compromissos do pacto. “Embora o acordo de Paris seja assinado por representantes de governos do mundo, a implementação é feita por prefeitos e pelo setor privado”. Segundo o embaixador, “não é possível governar as cidades sem ter em conta seus impactos globais”.

Inicialmente, cerca de 40 acordos estão sendo firmados. A previsão é injetar na América Latina a soma de 80 milhões de euros na cooperação para apoiar e capacitar à administração pública na ação local pelo clima e energia renovável. A quantia é financiada por países desenvolvidos, que tem como objetivo incentivar programas de baixa emissão de carbono para nações em desenvolvimento.

“Essa iniciativa só faz engrandecer e fortalecer os municípios da Bahia, pois traz o conhecimento da comunidade europeia, que está muito mais avançada na forma de pensar e de viver e pode colaborar conosco”, ressaltou o presidente da UPB e prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro. Na ocasião, Eures apresentou o projeto “Semiárido Com Vida”, que estuda técnicas de plantio e manejo de animais para sobrevivência à seca.  “Vamos passar para que vocês possam estudar uma proposta de parceria com essa experiência de convivência com o semiárido”, apontou.

De acordo com a técnica Cláudia Lins da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), entidade organizadora do encontro em parceria com a UPB, o objetivo “é difundir o pacto e trabalhar a cooperação internacional com trocas de aprendizado para melhoria da qualidade de vida local, com vistas na melhoria do ambiente urbano, da saúde da população, dos resíduos sólidos e na transição da matriz energética, com energias limpas e renováveis”.

Os prefeitos, presidentes de consórcios públicos e associações municipalistas, presentes no encontro aprovaram a iniciativa. “Essa aproximação é a oportunidade de parceira”, afirmou o prefeito de Irecê, Elmo Vaz, ao falar das dificuldades em construir o aterro sanitário compartilhado na sua região. Já o prefeito de Miguel Calmon, José Ricardo Requião, explicou que a região de Jacobina tem diversos parques ambientais e os prefeitos estão “abertos a parcerias para preservar o meio ambiente”.

O Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia é a maior coalizão de prefeitos e líderes locais do mundo comprometida com a ação climática. O acordo permite maior colaboração entre cidades, preenchendo lacunas e construindo conexões, além de aumentar a oferta de financiamento para ações locais de sustentabilidade.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]