Comarca de Conceição do Coité vai ganhar um novo fórum

Comarca de Conceição do Coité vai ganhar um novo fórum.

Comarca de Conceição do Coité vai ganhar um novo fórum.

Conceição do Coité, município da região sisaleira da Bahia, distante 220 quilômetros da capital, vai ganhar um novo fórum. A presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, lançou, na tarde desta terça-feira (24/10/2017), na comarca, a pedra fundamental que representa o marco da futura construção num terreno que pertence a Secretaria Estadual de Educação.

O evento, que contou com a participação do prefeito do município, Francisco de Assis Alves dos Santos, e dos desembargadores Salomão Resedá, filho da terra, e Osvaldo de Almeida Bomfim, corregedor-geral da Justiça, mobilizou a população local, que hoje é de aproximadamente 70 mil.

Ao som Maria, Maria, de Milton Nascimento, música executada pela orquestra Santo Antônio, a presidente Maria do Socorro Barreto Santiago iniciou o discurso agradecendo a acolhida da população. E prosseguiu:

“Conceição do Coité não poderia mais ficar órfã de uma casa da justiça à altura de sua grandeza. O governo do Estado doou este terreno e, com a ajuda inestimável do prefeito Francisco de Assis, estou aqui hoje para marcar o início da construção do novo Fórum de Conceição do Coité, com o lançamento de sua pedra fundamental”, disse ela, que fez questão de ressaltar o empenho do desembargador Salomão Resedá para levar um novo prédio da Justiça para sua cidade, que fosse a altura dos seus conterrâneos.

“O desembargador Salomão Resedá, que está aqui hoje, sempre foi um defensor incansável dessa ideia, por isso ele não poderia faltar e tenho que lhe fazer justiça publicamente. Sempre disse que administraria o Tribunal em sintonia com os meus pares e aliada aos demais poderes constituídos, pois, embora independentes, estamos todos imbuídos de uma mesma missão: a missão de bem servir”, completou a chefe da corte baiana.

Para Resedá, que fez um breve relato da história do Município em seu discurso, “este é um ato de relevante significado para nossa comarca”.

Quem também ressaltou a importância da construção de um novo fórum na comarca foi o corregedor-geral do TJBA, Osvaldo Bomfim, que parabenizou a população coiteense. “O povo de Conceição de Coité está de parabéns por essa grande conquista”, disse.

De acordo com o prefeito Francisco de Assis, as tratativas que resultaram neste momento, que ele considerou histórico para o município, envolveram o desembargador Salomão Resedá que foi quem o levou até o gabinete da presidência do TJBA.

“Fomos bem recebidos pela presidente que se prontificou a acelerar o processo. Estamos ansiosos para que a construção comece logo e a população possa contar com melhores instalações como o município carece”, disse o prefeito.

Formada por crianças e adolescentes do bairro Alto da Colina, a orquestra Santo Antonio, comandada pelo maestro Josevaldo Nim, completou 10 anos em 2017. Flautistas e violinistas compõem o grupo que presenteou a presidente com um novo instrumento, já utilizado na orquestra: uma violinha de sisal.

Uma cápsula do tempo, que deverá ser aberta em 50 anos, foi inserida na pedra fundamental com uma versão impressa do Diário da Justiça Eletrônico, do Diário do Município de Conceição do Coité, uma foto da Mesa Diretora do TJBA, moedas do Real e peças de artesanato produzidas na cidade.

Visita – Antes do lançamento da pedra fundamental, a presidente do Tribunal de Justiça visitou as instalações do Fórum Durval Silva Pinto, construído há 35 anos na comarca. No Salão do Júri, a presidente conversou com servidores e com o juiz Gerivaldo Neiva, que classificou o dia como “uma data histórica”.

“Estamos muito felizes, temos muito trabalho aqui em Coité, mas fazemos esforço para atender bem a população”, disse o magistrado que também dirige o fórum local.

Ainda segundo o juiz, Coité é o município que mais cresce na região. “Isso gera um aumento da demanda e daí a necessidade de um novo prédio para melhor atender a população”, completou.

Na saída do fórum, a presidente agradeceu o empenho dos servidores e magistrados. “A Justiça é o grande sustentáculo da sociedade”, declarou a desembargadora antes de seguir para o terreno onde será erguido o novo prédio.

Também estiveram presentes no encontro, as juízas Cristiane Cunha, da Vara do Sistema dos Juizados Especiais de Conceição do Coité, além das magistradas que atuam nas comarcas de Serrinha (Maria Cláudia Sales Parente, Manuela Fernandes e Ana Paula Teixeira) e de Riachão de Jacuípe, Carla Araújo.

A cerimônia contou ainda com as participações da juíza assessora da Presidência, Rosana Fragoso Modesto, e da Secretária de Administração do TJBA, Cláudia

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]