+ Manchetes >

Testes rápidos de arboviroses da Bahiafarma são apresentados na 1ª Feira de Soluções para a Saúde

Teste Zika foi desenvolvido pela BahiaFarma.

Teste Zika foi desenvolvido pela BahiaFarma.

A linha de testes rápidos para diagnóstico de arboviroses desenvolvida pelo laboratório público do Estado da Bahia, a Bahiafarma, será um dos destaques da 1ª Feira de Soluções para a Saúde, evento internacional sobre produtos e serviços voltados para o combate, prevenção, diagnóstico e tratamento da Zika, Dengue e Chikungunya. A feira será realizada entre 8 e 10 de agosto de 2017, no Senai Cimatec, em Salvador, juntamente com o Seminário Internacional da Unicef: Zika e Infância.

Disponíveis em todo o País por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), os testes sorológicos da Bahiafarma para Zika, Dengue e Chikungunya constituem o principal método para diagnóstico rápido das doenças no Brasil, facilitando o tratamento dos pacientes e auxiliando no controle do avanço das doenças. Desde o início do ano, quando os exames passaram a ser distribuídos pelo Ministério da Saúde, já foram disponibilizados mais de 6 milhões de testes.

Para o diretor-presidente da Bahiafarma, Ronaldo Dias, a feira é uma importante vitrine para mostrar ao público as inovações desenvolvidas pelo laboratório público baiano para o combate às arboviroses, mas ele também ressalta a troca de informações como um diferencial do evento. “A interlocução com a sociedade é fundamental para que a gente possa entender as ferramentas e soluções que a população deseja para, assim, cumprir nosso papel como laboratório público oficial”, afirma.

“Temos contribuído ativamente e trabalhado em conjunto com o Ministério da Saúde para prover soluções, sobretudo na área diagnóstica”, explica o executivo. “A linha de testes rápidos para diagnóstico das arboviroses, por exemplo, já está disponível para a população em todo o território nacional, auxiliando no combate às doenças e no tratamento dos pacientes por meio do diagnóstico precoce.”

Testes rápidos

A Bahiafarma desenvolveu e já obteve registros, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para toda a linha de testes de diagnóstico rápido de arboviroses. Conheça os testes:

  1. Zika IgG / IgM Combo – Desenvolvido em parceria entre a Bahiafarma e a coreana Genbody Inc., foi o primeiro teste sorológico brasileiro para detecção de Zika vírus a ser registrado pela Anvisa. O dispositivo é composto por dois cassetes portáteis (7×2 cm cada), que utilizam uma pequena amostra de soro do paciente. O primeiro cassete reage ao anticorpo IgM e identifica infecções recentes (de cinco dias a até duas semanas), enquanto o segundo, que reage ao IgG, identifica se o paciente foi infectado há mais tempo. Os resultados saem em até 20 minutos. Produto comercializado para o Ministério da Saúde e distribuído para todo o País.
  1. Zika NS1 – Primeiro dispositivo do gênero desenvolvido por um laboratório oficial brasileiro a ter seu registro publicado pela Anvisa. O teste rápido Zika NS1 é um exame de diagnóstico complementar ao teste rápido Zika IgG / IgM Combo e detecta, por meio da identificação do antígeno NS1, infecções muito recentes da doença (entre o primeiro e o sétimo dias da instalação). O exame fornece resultados em até 20 minutos.
  1. Dengue IgG / IgM – O teste rápido Dengue IgG / IgM da Bahiafarma foi o primeiro do gênero desenvolvido por um laboratório público brasileiro a obter registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O dispositivo detecta tanto anticorpos para infecções ativas (IgM), quanto para infecções anteriores (IgG), auxiliando no correto tratamento dos casos. Realizado com uma pequena amostra, o teste fornece o resultado em até 20 minutos. Produto comercializado para o Ministério da Saúde e distribuído para todo o País.
  1. Dengue NS1 – Foi o primeiro do gênero desenvolvido por um laboratório público brasileiro a obter registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O dispositivo consegue identificar a infecção pelo vírus da Dengue logo em seu início, antes mesmo que o paciente comece a sentir sintomas. Com isso, o teste permite uma intervenção médica mais rápida e precisa. Realizado com uma pequena amostra, o teste fornece o resultado em até 20 minutos.
  1. Chikungunya IgM – Primeiro teste sorológico para diagnóstico de febre Chikungunya desenvolvido por um laboratório oficial brasileiro a ter seu registro publicado pela Anvisa. O dispositivo detecta a presença de anticorpos M (IgM) no organismo dos pacientes em apenas 20 minutos. Produto comercializado para o Ministério da Saúde e distribuído para todo o País.

Feira

A capital baiana será sede, entre 8 e 10 de agosto, da 1ª edição da Feira de Soluções para a Saúde e do Seminário Internacional da Unicef. A Bahia foi escolhida para receber o evento por concentrar experiências exitosas. Este é o primeiro evento do gênero no País e será realizado no Senai-Cimatec, com a expectativa de reunir 800 participantes por dia, com destaque para pesquisadores nacionais e internacionais, laboratórios, representantes de organizações sociais, além de gestores governamentais e sociedade civil.

Interessados em compartilhar projetos, participar dos debates e conhecer as experiências relacionadas ao combate ao aedes aegypti devem se cadastrar no site da Feira (https://www.feirazika.unb.br/).

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]