Sessão especial na ALBA comemora dez anos do TOPA

Sessão especial da ALBA destaca avanços do programa educacional TOPA.

Sessão especial da ALBA destaca avanços do programa educacional TOPA.

O Programa Todos Pela Alfabetização (TOPA) completou uma década de implementação e para celebrar os resultados do programa a Alba realizou sessão especial na sexta-feira, dia (04/08/2017). A solenidade foi proposta pela deputada  Neusa Cadore (PT), com apoio da Secretaria Estadual de Educação. Contou com a presença do ex-governador Jaques Wagner, que implantou o programa em seu governo, secretários de Estado, professores, estudantes e representantes dos movimentos sociais.

Implantado em 2007, o TOPA já beneficiou mais de 1,5 milhão de pessoas em 417 municípios e contou com a parceria de 441 entidades, entre sindicatos, ONG`s, associações de bairro e outras organizações, além da adesão de mais de 350 prefeituras. Atualmente o programa está na sua décima etapa.

A proponente da sessão especial, deputada Neuza Cadore afirmou que o TOPA é um marco simbólico porque se constitui como a porta de entrada para “a inclusão educacional de sujeitos que figuram ainda entre os mais excluídos da nossa sociedade. São pobres, negros, indígenas, mulheres, geralmente do campo ou das periferias das grandes cidades”, afirmou a deputada.

A eficácia e o alcance social do TOPA foram atestados pelo Instituto Paulo Freire. Para o presidente do instituto, Moacir Gadotti, mais do que elevar a escolaridade, aprender a ler e escrever, impacta diretamente na elevação da autoestima e na melhoria da qualidade de vida dos afabetizados pelo programa. “A partir de testes cognitivos aplicados constatamos que o programa contribui para que as pessoas não se sintam sozinhas no mundo, porque são acolhidos por um coletivo”, relatou Gadotti.

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, destacou a importância do programa. “O TOPA é um programa exitoso não apenas pelas sua capilaridade, com também pela sua metodologia, a partir de parcerias estratégicas”, resaltou Pinheiro, salientando que o envolvimento dos formadores, a contribuição deles e a prática ao longo dos anos vão somar muito para aprimorar cada vez mais este programa.

Professoras como Luciana Menezes, que dá aulas para 18 alunos na associação do bairro, conta que a maioria dos alunos tem cerca de 45 anos e não tiveram oportunidade de estudar, começaram a trabalhar cedo por conta da vida difícil. “Como são superinteressados, em dois meses já é possível aferir resultados É uma alegria imensa quando conseguem assinar o nome”, contou.

A professora ressaltou que o TOPA oferece educação continuada e a evasão acontece pela falta de tempo e dinheiro. “Mas tenho alunos que tiraram o ensino médio e hoje estão dando aulas”, salientou.

O ex-governador Jaques Wagner, atual secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, que criou o programa no seu primeiro governo, elogiou a deputada Neusa Cadore pela celebração dos 10 anos do TOPA. “O evento demonstra o sucesso do programa de alfabetização. A celebração é uma forma de se animar para continuar a camminhada”, disse. Ele destacou que o objetivo do TOPA não é apenas ensinar as pessoas a assinar o nome. “Não estamos formando analfabetos funcionais. No final do curso cada um precisa escrever uma carta, do próprio punho contando a sua experiência, mostrando o que aprendeu”, afirmou Wagner.

Compareceram também à solenidade a coordenadora do Programa Todos Pela Alfabetização, Francisca Elenir Alves, ex-secretários da Educação e representantes de movimentos sociais.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]