Feira de Santana: vereadora defende redução do recesso parlamentar

Eremita Mota: precisamos, então começar pelo legislativo feirense a dar o bom exemplo à sociedade.

Eremita Mota: precisamos, então começar pelo legislativo feirense a dar o bom exemplo à sociedade.

No uso da tribuna na Câmara Municipal de Feira de Santana, nessa quarta-feira (02/08/2017), a vereadora Eremita Mota de Araújo (PSDB) destacou a importância do projeto de lei de sua autoria que prevê a redução do tempo de recesso parlamentar da Casa de 75 para 30 dias, pontuando o apoio dos vereadores Roberto Tourinho (PV), Edvaldo Lima (PP) e Zé Filé (PROS).

“Ninguém mais duvida que o sistema político brasileiro precisa mudar profundamente. Está na raiz a grande crise que assola o nosso país, precisamos restituir a confiança da sociedade, dos poderes do Estado, em especial do legislativo. Aqui ouvi alguns colegas dizerem com muita ênfase e alegria do grande trabalho realizado durante o recesso, trabalhando e atendendo nos gabinetes. Então, o recesso é para quê então? Para se afastar das sessões. Precisamos, então começar pelo legislativo feirense a dar o bom exemplo à sociedade”, declarou criticando a ausência de alguns colegas nas sessões e atividades da Casa da Cidadania.

Eremita pontuou a necessidade de revisão do período de recesso parlamentar. “Não queremos nenhum privilegio que não seja concedido ao trabalhador. A gente só vai dar esse exemplo através do Projeto de Lei. Estou dizendo à sociedade que queremos um direito igual ao de qualquer outro trabalhador, que são 30 dias de recesso, que devem ser vistos como serão distribuídos. Isso ficará a critério da mesa junto com os demais vereadores”, defendeu.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]