Deputados Fernando Torres e Antonio Lázaro votaram contra Michel Temer e a favor da investigação criminal; bancada federal liderada pelo governador Rui Costa acompanhou voto

Deputado Fernando Torres vota contra presidente Michel Temer e conclama retorno de Lula como presidente da República, através do popular em 2018.

Deputado Fernando Torres vota contra presidente Michel Temer e conclama retorno de Lula como presidente da República, através do popular em 2018.

Os deputados federais Fernando Torres (PSD/BA) e Antonio Lázaro (PSC/BA) votaram nesta quarta-feira (02/08/2017) contra o presidente Michel Temer (PMDB/SP) e a favor da autorização que permite a tramitação da investigação criminal do presidente da República pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Com bases em Feira de Santana, os votos dos parlamentares — apesar de não reverter o resultado final do processo legislativo — foi carregado de simbolismos. No momento em que votaram, o placar totalizava resultado irreversível, favorável a Michel Temer, portanto, ao pronunciarem os votos, os deputados demonstraram que estão aptos a representar os valores éticos e morais do povo baiano e brasileiro, e demonstraram que estavam preocupados em construir um Brasil justo, que supere o governo corrupto e usurpador do presidente Michel Temer e dos apoiadores.

Lula 2018

Fernando Torres, ao proferir o voto, destacou que para presidir a Nação é necessário voto, por isso, votava contra Temer e conclamava o retorno do ex-presidente Lula, através do sufrágio, em 2018.

Bancada

A bancada federal da Bahia, que dá sustentação ao Governo Rui Costa na Câmara dos Deputados, acompanhou o voto dos deputados Fernando Torres e Antonio Lázaro, registrando posição a favor da investigação criminal do presidente Michel Temer.

Votação dos deputados federais da Bahia

Afonso Florence (PT) – NÃO

Alice Portugal (PCdoB) – NÃO

Antonio Brito(PSD) – NÃO

Antonio Imbassahy (PSDB) – SIM

Arthur Oliveira Maia (PPS) – SIM

Bacelar (PTN) – NÃO

Bebeto (PSB) – NÃO

Benito Gama (PTB) – SIM

Cacá Leão (PP) – SIM

Caetano(PT) – NÃO

Claudio Cajado (DEM) – SIM

Daniel Almeida (PCdoB) – NÃO

Elmar Nascimento (DEM) – SIM

Erivelton Santana (PEN) – SIM

Félix Mendonça Júnior (PDT) – NÃO

Fernando Torres(PSD) – NÃO

Irmão Lazaro (PSC) – NÃO

João Carlos Bacelar (PR) – SIM

João Gualberto (PSDB) – NÃO

Jorge Solla (PT) – NÃO

José Carlos Aleluia (DEM) – SIM

José Carlos Araújo (PR) – SIM

José Nunes (PSD) – NÃO

José Rocha(PR) – SIM

Josias Gomes (PT) – NÃO

Jutahy Junior (PSDB) – NÃO

Lucio Vieira Lima (PMDB) – SIM

Márcio Marinho (PRB) – SIM

Mário Negromonte Jr.(PP) – SIM

Nelson Pellegrino (PT) – NÃO

Pastor Luciano Braga(PRB) – SIM

Paulo Azi (DEM) – SIM

Paulo Magalhães (PSD) – NÃO

Roberto Britto (PP) – SIM

Ronaldo Carletto(PP) – AUSENTE

Sérgio Brito (PSD) – NÃO

Uldurico Junior (PV) – NÃO

Valmir Assunção(PT) – NÃO

Waldenor Pereira (PT) – NÃO

— Voto Sim: o deputado rejeita autorizar que o STF julgue criminalmente Michel Temer.

— Voto Não: o deputado autoriza que o STF julgue criminalmente Michel Temer.

— Abastecer de votar equivale a rejeitar autorização para que o STF julgue criminalmente Michel Temer.

— Resultado final: em 2 de agosto de 2017, 263 deputados votaram sim, 2 se abstiveram, 227 votaram não, com este resultado, a Câmara do Deputados negou autorização para que o STF julgue criminalmente o presidente Michel Temer (PMDB/SP).

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: [email protected]