Deputado Fernando Torres reassume mandato e vota a favor da autorização legislativa que permite ao STF continuidade da ação criminal contra Michel Temer

Fernando Torres: o Brasil quer a saída de Temer, mas também não deseja a ascensão de Rodrigo Maia à Presidência da República. O meu desejo, o desejo do povo brasileiro, é por eleições diretas e já”.

Fernando Torres: o Brasil quer a saída de Temer, mas também não deseja a ascensão de Rodrigo Maia à Presidência da República. O meu desejo, o desejo do povo brasileiro, é por eleições diretas e já”.

Em nota — encaminhada nesta segunda-feira (01/08/2017), ao Jornal Grande Bahia — o deputado federal Fernando Torres (PSD/BA) declarou que reassume o mandato com a finalidade de votar pela autorização legislativa a favor da continuidade do processo criminal, contra o presidente Michel Temer (PMDB/SP).

O parlamentar infere que Temer usurpou o mandato popular da presidente Dilma Rousseff (PT/RS) e, na sequência, cometeu crime no exercício da função de presidente da República, atuando em conluio com esquema criminoso de executivos do Grupo J&F.

Além de defender a continuidade da ação criminal, Fernando Torres cobra eleições diretas para presidente da República, avaliando que não há legitimidade em Rodrigo Maia (presidente da Câmara dos Deputados, DEM/RJ) para assumir o cargo no lugar de Michel Temer.

O processo

A ação criminal que será apreciada pelos deputados neta terça-feira (02) foi representada pela Procuradoria-Geral da República, no âmbito do Supremo Tribunal Federal. Para continuidade da ação é necessário que 342 deputados rejeitem o parecer da Comissão de Constituição e Justiça. O parecer é contrário a continuidade da ação criminal.

Fernando Torres estava licenciado do mandato parlamentar, exercendo, na Bahia, a função de secretário de estadual de Desenvolvimento Urbano. Após a votação, o parlamentar reassume o cargo estadual.

Ao se posicionar a favor da ação criminal, Fernando Torres contraria orientação do partido.

Na Bahia, o PSD atua na base de apoio do governo Rui Costa (PT). O gesto do deputado reafirma a parceria estabelecida entre o PT e PSD da Bahia.

Confira a nota

O deputado federal Fernando Torres (PSD) é a favor de eleições diretas, atendendo ao anseio popular. Essa será a posição defendida por ele, durante a votação na Câmara Federal, no processo em que o presidente da República, Michel Temer, é acusado de corrupção.

Fernando Torres considera ilegítima a ascensão de Michel Temer à Presidência da República, mas também rechaça qualquer possibilidade de o deputado federal Rodrigo Maia (DEM) assumir o comando do Brasil.

“O Brasil quer a saída de Temer, mas também não deseja a ascensão de Rodrigo Maia à Presidência da República. O meu desejo, o desejo do povo brasileiro, é por eleições diretas e já”, disse.

Fernando Torres assume o mandato de deputado federal nesta terça-feira (01).

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: [email protected]