+ Manchetes >

UNESCO nomeia M’Banza Kongo, em Angola, como Patrimônio Mundial

Sítio arqueológico M'Banza Kongo, em Angola, é eleito Patrimônio Mundial.

Sítio arqueológico M’Banza Kongo, em Angola, é eleito Patrimônio Mundial.

O Comitê do Patrimônio Mundial inscreveu neste sábado o centro histórico de Mbanza Kongo, em Angola, na Lista do Patrimônio Mundial.

Este é o primeiro sítio angolano a entrar na lista da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco. No mesmo dia, o Comitê também inscreveu a cidade modernista de Asmara, na Eritreia, e a Paisagem Cultural de Khomani, na África do Sul.

Mbanza Kongo

A cidade de Mbanza Kongo foi capital do Reino de Kongo, de acordo com a Unesco um dos maiores estados constituídos na África Austral entre os séculos XIV e XIX.

A área histórica cresceu ao redor da residência real, corte e árvore sagrada, assim como sítios funerários reais. Quandos os portugueses chegaram no século XV, adicionaram construções de pedra usando métodos europeus.

Segundo a Unesco, “Mbanza Kongo ilustra, mais do que qualquer outro lugar na África Subsaariana, as mudanças profundas causadas pela introdução do cristianismo e a chegada dos portugueses na África Central”.

Rio de Janeiro

A 41ª sessão do Comitê do Patrimônio Mundial está sendo realizada em Cracóvia, na Polônia, até o dia 12 de julho e continuará fazendo novas inscrições na Lista do Patrimônio Mundial até 9 de julho.  Entre as recomendações sendo consideradas estão o sítio arqueológico do Cais do Valongo, no Rio de Janeiro, Brasil.

*Com informação da Rádio ONU.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]