Rosangela Silvestre ministra curso na Escola de Dança da FUNCEB

Rosangela Silvestre ministra curso.

Rosangela Silvestre ministra curso.

A professora, bailarina e coreógrafa Rosangela Silvestre, baiana com carreira internacional, estará em Salvador para iniciar o Treinamento Intensivo da Técnica Silvestre, nesta segunda-feira 31 de julho de 2017, a partir das 9h, na Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), no Pelourinho.  As aulas irão acontecer durante duas semanas corridas, até o dia 18 de agosto. O objetivo desta ação é difundir a metodologia da Técnica Silvestre, da dança afro no mundo com a comunidade. A Escola de Dança da Funceb oferece apoio institucional para a ação.

Os interessados podem se inscrever, no mesmo dia do início das aulas (31), a partir das 8h, no local.  Os valores variam a partir de R$35, a depender do curso e da quantidade de aulas. Consulte a tabela de preços pelo site: http://www.silvestretraining.com.

Entre os cursos previstos na programação estão: Movimentos das Danças dos Orixá, Barra ao solo, Simbologia, Expressão Musical, Composição Coreográfica e Prática para performance, Ballet, dentre outras. Para Jackson do Espírito Santo, Diretor da Escola de Dança da Funceb, essas aulas são de grande importância para a comunidade da dança. “Este treinamento é relevante, pois compartilha os ensinamentos de uma técnica moderna, que se relaciona intimamente com as danças de matrizes africanas, reforçando os aspectos históricos, artísticos e culturais, através da dança”, considera.

Sobre a artista

Desde 1981, a artista começou a viajar para ensinar, treinar bailarinos e dar palestras. Participou de seminários e residências em diversas universidades e festivais de dança, tais como: Colorado College Dança Festival; New Orleans Festival de Dança; e acampamentos de dança como a Califórnia Brasil.

Ela coreografou peças para o Balé Folclórico da Bahia e Odunde – bem como para Cleo Parker Robinson Dance Company, Ballet Hispanico Repertory Company, American Academy of Ballet, Raízes do Brasil, Dance Brasil, Viver Brasil, Muntu Dance Theater e a Kimbrough Companhia de Dança Kendra. Rosangela Silvestre pesquisou dança e música no Brasil, Índia, Egito, Senegal e Cuba como parte de sua constante evolução e paleta eclética de movimento.

Com Licenciatura em Dança e pós-graduação com especialização em Coreografia, ambas pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), Rosangela Silvestre desenvolveu a técnica com o objetivo de fazer com que as pessoas descubram possibilidades corporais que estão ligadas a todas as suas vivências cotidianas.  O treinamento engloba diversas linguagens da dança e agrega qualquer pessoa que tem o desejo de explorar e descobrir os movimentos do seu corpo.

Rosangela Silvestre adquiriu formação em técnicas diversas como: Martha Graham, Limón, Horton, Piso Bar, Ballet Clássico, Técnica Dunham, e tem experimentado diversas expressões de dança – como a Alemanha Teatro de Dança, Contemporânea, Folclórico, bem como danças tradicionais de África e outros continentes. Em setembro de 2011 ela participou do álbum Voices of Nature, gravado e produzido por Mike Zecchino em The Nail Recording Studio, em Tucson, Arizona.

Vínculo com a Escola

O vínculo de Rosangela com a Escola de Dança da Funceb vem de longas datas. Rosangela faz parte da primeira geração de professores que lecionou na escola, já comandou aulas de dança no Teatro Vila Velha, e no interior da Bahia associadas a projetos da Funcebe. Foi uma das responsáveis pela criação do Odundê, Grupo de Dança da Ufba, onde atuou como bailarina.

Ela também é pesquisadora em dança e tem trabalhos de pesquisa ligados a símbolos ancestrais. O interesse em ensinamentos ancestrais a direcionou a um aprofundado estudo sobre tradições. Em uma de suas turnês conheceu um músico que compactuava da mesma curiosidade que ela, a de saber o que o corpo produz como memória, esse encontro fez com que Rosangela visitasse diferentes lugares do mundo.

A partir da tradição, indígena, européia e africana presente no Brasil, essa última sendo mais evidente, pesquisou outras tradições no Egito, Senegal, Índia e Cuba percebendo uma conexão entre elas. “Fiz as pesquisas para me alimentar de ensinamentos da tradição e ser livre pra criar na dança”, afirma.

Rosangela julga importante existir um espaço como a Escola de Dança, que acaba sendo um lugar de encontros e descobertas artísticas e corporais. Para ela, “o corpo se movimenta, dança é movimento, dança é movimento da vida, dança é tudo que você pode expressar, dança é tua voz, é a tua emoção, a tua presença”.

Agenda

Onde: Escola de Dança da Funceb

Quando: 31 de julho de 2017, segunda-feira, a partir das 9h, até 18 de agosto

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]