Feira de Santana e Salvador terão novos prefeitos a partir de abril de 2018

Prefeitos José Ronaldo e ACM Neto lançam pré-candidatura à cargos majoritários.

Prefeitos José Ronaldo e ACM Neto lançam pré-candidatura à cargos majoritários.

Prever cenários políticos futuros é uma das mais complexas missões dos profissionais que atuam nas Ciências Sociais e no campo do jornalismo. Uma forma básica para compreensão da dinâmica no campo da política é a análise conjugada do discurso e da ação dos atores políticos. Observando que a ação política é precedida do discurso, e a prática confirma ou nega esse discurso.

Aplicando o conceito aos recentes eventos em que participaram duas lideranças do Democratas da Bahia — o prefeito de Salvador, ACM Neto e o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo — pode-se inferir que ambos confirmaram que serão candidatos em 2018, ao Governo do Estado e ao Senado Federal, respectivamente, e que devem deixar os cargos em abril de 2018.

A premissa é baseada no fato de ACM Neto e José Ronaldo expressarem o desejo de se candidatarem à cargos majoritários nas eleições de 2018, e de que ambos participaram de eventos políticos, reunindo lideranças nas cidades de Jequié e Cruz das Almas, na sexta-feira (28) e no sábado (29/07/2017).

A partir da análise do discurso dos políticos, conjugada com a ação, pode-se inferir que em abril de 2018 — por força da legislação eleitoral que obriga os ocupantes de cargo de prefeito a renunciar aos mandatos, caso desejem disputar novo pleito — as cidades de Salvador e Feira de Santana serão governadas, respectivamente, por Bruno Reis e Colbert Martins Filho, ambos, lideranças do PMDB vinculadas a Geddel Vieira Lima.

Observa-se, por fim, que fatores que ainda não se apresentam podem mudar o prognóstico para 2018, mantendo ambos nos cargos de prefeito.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).