Deputado Robinson Almeida critica decisão do juiz Sérgio Moro que condenou o ex-presidente Lula; parlamentar diz que magistrado é parcial

Sérgio Fernando Moro.

Atuação do juiz Sérgio Fernando Moro é severamente criticada.

Em discurso — proferido no plenário da Câmara dos Deputados, na quinta-feira (13/07/2017) — o deputado federal Robinson Almeida (PT/BA) criticou severamente a atuação e decisão do juiz Sérgio Moro em condenar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Robinson Almeida classificou Sérgio Moro como um juiz parcial, que atuou de forma persecutória contra o líder popular. “O ex-presidente Lula é inocente, crime é condena-lo sem prova, crime é a parcialidade do julgamento e do processo, crime é rasgar o Estado de Direito Democrático”, afirmou.

O parlamentar lembrou que o juiz federal condenou a 15 anos de prisão o ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) João Vaccari Neto e citou que a ilegal decisão foi reformada pelo Tribunal Regional Federal da 4º Região (TRF4).

A decisão

O juiz Sérgio Moro proferiu sentença na quarta-feira (12) condenando o ex-presidente Lula a 9 anos e seis meses de prisão, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex no Guarujá.

Confira vídeo

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).