Campanha do TJBA ‘Não se esqueça de mim’ promove encontro para evitar a adoção tardia

Cartaz da Campanha 'Não se esqueça de mim'.

Cartaz da campanha ‘Não se esqueça de mim’.

Evitar a adoção tardia de crianças e adolescentes é o objetivo do workshop “Infância e Juventude: adoção nacional e internacional, apadrinhamento e acolhimento familiar”, que será promovido pelo Tribunal de Justiça da Bahia no dia 25 de agosto de 2017, no auditório do Tribunal de Justiça da Bahia.

Na Bahia existem 1.538 crianças e adolescentes em instituições de acolhimento – os antigos abrigos – na esperança de serem adotados.

O evento integra a campanha ‘Não se esqueça mim’, que busca conscientizar magistrados, servidores, promotores de Justiça, defensores públicos e a sociedade em geral para o problema de crianças e adolescentes que, muitas vezes, durante anos, aguardam serem adotados em instituições de acolhimento.

A iniciativa é da Corregedoria Geral da Justiça, em parceria com a Corregedoria das Comarcas do Interior e da Coordenação da Infância e Juventude (CIJ) do Tribunal de Justiça da Bahia.

Uma das presenças confirmadas é o do procurador Sávio Renato Bittencourt, titular da 4ª Procuradoria da Infância e Juventude do Rio de Janeiro, autor de vários livros sobre as políticas voltadas para crianças e adolescentes no Brasil e uma das referências sobre o estudo do tema no Brasil.

Também estão confirmadas as palestras do desembargador Salomão Resedá, coordenador da Infância e Juventude, do juiz Walter Ribeiro Júnior, titular da 1ª Vara da Infância e Juventude, e da juíza assessora da Corregedora Geral da Justiça e presidente da Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional (Cejai-BA), Andréa Paula Miranda.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]