Ações da CODEVASF são destacadas em comemoração aos 43 anos de fundação

Aniversário de 43 anos da Codevasf.

Aniversário de 43 anos da Codevasf.

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) completa 43 anos às vésperas de encarar um novo desafio: a operação das obras do Projeto de Integração do São Francisco (Pisf), ação do governo federal que busca proporcionar segurança hídrica a 12 milhões de pessoas em 390 municípios de Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba, onde a estiagem é frequente.

Na cerimônia de aniversário da Companhia, realizada nesta terça-feira (18/07/2017), na sede da empresa em Brasília, com a participação de ex-empregados, servidores na ativa, diretores e autoridades, o ministro da Integração Nacional em exercício, Mário Ramos, destacou o trabalho desempenhado pela empresa, além do desafio de encarar a operação das obras de integração do rio São Francisco. “A julgar pelo resultado que a Codevasf já apresenta em seus balanços, ela tem toda condição de liderar o processo de gestão do Pisf. Tem uma equipe diligente, é competente e tem experiência, pois conhece muito bem a região do Vale do São Francisco”, disse.

A presidente da Codevasf, Kênia Marcelino, que completa um ano no cargo, agradeceu a colaboração de diversos parceiros, salientou algumas conquistas e, sobretudo, fez um reconhecimento ao empenho de todos os empregados que atuam e já atuaram na empresa. “Neste ano, mesmo com todas as dificuldades, a Codevasf conseguiu ampliar seu orçamento de R$ 1 bilhão para R$ 1,25 bilhão, isso também graças ao apoio do Congresso Nacional e do Ministério da Integração. Tivemos alocação de emendas parlamentares em todos os estados onde a empresa atua. Várias bancadas vem demandando a ampliação da nossa área de atuação. Esse reconhecimento, com certeza, é graças ao trabalho de cada um dos empregados, graças a todos nós que fazemos essa empresa”, ressaltou.

A programação contou, ainda, com pronunciamentos dos diretores Marco Aurélio Diniz, da Área de Desenvolvimento Integrado e Infraestrutura, e Napoleão Casado, da Área de Gestão dos Empreendimentos de Irrigação, e do conselheiro do Conselho de Administração (Consad), Domingos Romeu Andreatta. Houve, também, homenagem a servidores aposentados, uma palestra com o tema “Codevasf 43 anos: desafios e perspectivas”, ministrada pelo ex-empregado Fernando Rodrigues, e uma apresentação da banda do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal.

Prestigiaram a solenidade a presidente da Associação Vida Nova, Thais Alves de Souza; o diretor da Caixa de Assistência à Saúde dos Empregados da Codevasf (Casec), Levi Simões; o presidente da Seção Sindical Sinpaf/Codevasf, Nelson Pugliesi; superintendentes regionais; e servidores da Companhia. O evento foi transmitido por videoconferência para as Superintendências Regionais. 

A Codevasf completou 43 anos de atuação no último domingo (16 de julho). Ao longo de sua trajetória, a empresa tem promovido ações que contribuem para o crescimento social e econômico das regiões inseridas nas bacias hidrográficas dos rios São Francisco, Parnaíba, Itapecuru e Mearim. As ações beneficiam as populações do Norte de Minas Gerais e grande parte do Nordeste – em Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Piauí, Maranhão e Ceará –, além de áreas do Goiás e Distrito Federal.

Criada em 1974, a Codevasf sucedeu a Superintendência do Vale do São Francisco (Suvale) e a Comissão do Vale do São Francisco (CVSF). A empresa pública, vinculada ao Ministério da Integração Nacional (MI), tem a missão de promover o desenvolvimento e a revitalização das bacias com a utilização sustentável dos recursos naturais e estruturação de atividades produtivas para a inclusão econômica e social.

“Mais que realizar estudos e projetos, a empresa implementa ações de transformação da realidade das bacias hidrográficas. Atuamos de forma integrada com outros órgãos e instituições, com foco no desenvolvimento sustentável (social, econômica e ambiental), contribuindo para a redução das desigualdades regionais”, afirmou a presidente da Companhia, Kênia Marcelino.

Integração do São Francisco

Desde 2014, a Codevasf tem um novo desafio como Operadora Federal do Pisf. Cabe à Companhia receber a infraestrutura implantada pelo MI ao longo do projeto (canais, estações de bombeamento, equipamentos eletromecânicos, entre outros) para exercer as atividades de gestão, operação e manutenção das estruturas.

Na gestão e operação do Pisf, a Codevasf já investiu R$ 64,5 milhões na aquisição de energia para a pré-operação e na elaboração do Plano de Gestão Anual. Outros R$ 57,1 milhões estão previstos para serem aplicados. Entre outras ações, a Companhia tem feito o acompanhamento junto ao Ministério da Integração da situação das obras, estruturas, sistemas e equipamentos integrantes das infraestruturas civil, elétrica, hidromecânica e de supervisão e controle operacional do projeto.

“Além da estruturação da Codevasf para a operação do Pisf, temos outros desafios pela frente como a efetividade das nossas ações para apoiar a retomada do crescimento econômico do País com ações que visem a inclusão social, o desenvolvimento regional e a mitigação da crise hídrica”, finalizou Kênia Marcelino.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]