Vereador Roberto Tourinho presta esclarecimento sobre ações à frente da SEMMAM de Feira de Santana

Roberto Tourinho: foram registradas 3.756 fiscalizações, tendo um acréscimo de 858 fiscalizações, quando comparado no ano de 2013, e assim sucessivamente.

Roberto Tourinho: foram registradas 3.756 fiscalizações, tendo um acréscimo de 858 fiscalizações, quando comparado no ano de 2013, e assim sucessivamente.

Em discurso na Casa da cidadania, nesta terça-feira (06/06/2017), o vereador Roberto Tourinho (PV), atendendo um ofício do edil Isaías de Diogo (PSC), prestou informações sobre as ações da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMAM) referentes aos anos de 2014, 2015 e 2016, período em que esteve à frente da pasta.

Tourinho iniciou o pronunciamento informando que, na última segunda-feira (05), o mundo inteiro discutiu questões ambientais em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente.

“A cidade de Feira de Santana está em comemoração da Semana do Meio Ambiente. Há cerca de uma hora, o prefeito José Ronaldo, o secretário de Meio Ambiente, vários ambientalistas, jovens e adolescentes estavam participando de um evento no Parque Municipal Erivaldo Cerqueira voltado às discussões ambientais no município”, destacou.

Em seguida, o edil citou ações da sua gestão à frente da SEMMAM. “Durante os mais de três anos em que fui secretário de Meio Ambiente, coloquei nos cofres da SEMMAM mais de R$ 1 milhão em TLP – Taxa de Licença de Publicidade, em multas e interdições realizadas no município de Feira de Santana. Fizemos a apreensão de quase 2.700 equipamentos sonoros”, ressaltou.

Tourinho informou que, no ano de 2014, por exemplo, “foram registradas 3.756 fiscalizações, tendo um acréscimo de 858 fiscalizações, quando comparado no ano de 2013, e assim sucessivamente”.

O vereador disse também que, no período em que foi secretário, “a Secretaria de Meio Ambiente realizou, pela primeira vez na história de Feira de Santana, a medição da qualidade do ar, para que o feirense, exatamente, soubesse o ar que respira em nossa cidade”.

Ele ressaltou ainda que o Município fez também, pela primeira vez na história de Feira de Santana,  a medição eletromagnética das antenas de telefonia celular, “garantindo, dessa maneira, que a população tomasse conhecimento se essas antenas funcionam dentro do que determinam a Anatel”.

Tourinho acrescentou que a SEMMAM fez a maior retirada de banners e cartazes em locais proibidos. “A Secretaria não autorizou uma única placa nesses três anos e três meses que lá passamos”, afirmou.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]