Governador Rui Costa anuncia grupo de trabalho para coordenar integração de informações sobre segurança

Governador Rui Costa anuncia grupo de trabalho.

Governador Rui Costa anuncia grupo de trabalho.

A integração entre órgãos e poderes da área de segurança na Bahia foi, mais uma vez, defendida e destacada pelo governador Rui Costa, nesta segunda-feira (05/06/2017), durante a Reunião Itinerante do Comitê Executivo do Programa Pacto pela Vida, realizada em Lauro de Freitas. “Já colocamos em Salvador, e vamos ampliar a fibra ótica para todas as instalações e prédios públicos do estado. Isso pode ser ampliado, para não haver quebra de link, interrupção de sinal. Saímos daqui hoje com um grupo de trabalho que será coordenado pelo nosso desembargador Gesivaldo Britto, para a integração dos dados da Justiça, do Ministério Público e do Executivo, guardadas as necessidades de segurança específicas de cada área. Queremos também ampliar o videomonitoramento municipal de forma integrada às câmeras estaduais”, revelou Rui.

De acordo com a procuradora geral do Ministério Público da Bahia, Ediene Lousado, a fibra ótica disponibilizada pelo Estado vai permitir que as instituições conversem em tempo real e vejam o que cada uma delas pode fazer para enfrentar a violência. “Esse diálogo em tempo real vai fazer com que as instituições estejam mais fortalecidas e preparadas para esse enfrentamento’.

Reuniões itinerantes

O objetivo das reuniões itinerantes é discutir resultados e ações de segurança pública e de desenvolvimento social com representantes do Poder Judiciário, da Assembleia Legislativa, do Ministério Público, da Defensoria Pública, e de secretarias e outros órgãos. Este é o sexto encontro realizado na Bahia, que já passou por Feira de Santana, Vitória da Conquista, Eunápolis, Itabuna e Juazeiro.

De acordo com o governador, este modelo de encontros nas cidades foi pensado para que, quem conhece os problemas em cada uma das regiões, aponte o que precisa ser feito. “Também temos como objetivo reunir os principais atores dessa rede de segurança e de ações de inclusão social. É preciso que as reuniões sejam mantidas, com juízes, promotores, as polícias, mesmo sem a gente aqui”, enfatizou.

Produtividade policial

A produtividade policial foi destacada pelo secretário de segurança pública, Maurício Telles Barbosa. “Os trabalhos preventivo, ostensivo e investigativo da polícia vêm sendo feitos. Capturamos 729 criminosos e apreendemos 227 armas de fogo no quadrimestre, na região metropolitana. O que percebemos é um envolvimento muito grande de adolescentes usando drogas, vendendo e praticando outros crimes”, disse, lembrando também que é obrigação das instituições e da sociedade combater as causas da violência”.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: [email protected]