Dirigente de movimento negro elogia aplicação da Lei da cota em concurso público do Município de Feira de Santana

Prefeito José Ronaldo recebe representantes do movimento negro de Feira de Santana.

Prefeito José Ronaldo recebe representantes do movimento negro de Feira de Santana.

Entre os 300 classificados na seleção realizada pela Prefeitura de Feira de Santana, para pedagogo que atuará como professor da educação infantil e séries iniciais na rede municipal, 60 são afrodescendentes ou indígenas.

O número convocado para nomeação corresponde ao que determina a Lei 133/2011, de autoria do vereador licenciado Justiniano França – ocupa o cargo de secretário de Serviços Públicos, que 20% das vagas oferecidas devem ser preenchidas por estes dois segmentos sociais.

“Feira de Santana é um dos poucos municípios brasileiros que respeita estes diretos de negros e índios, bem como quem vem das escolas públicas ou bolsistas (neste caso são 30%)”, afirmou Lourdes Santana, presidente do COMDECNI (Conselho Municipal de Participação e Desenvolvimento das Comunidades Negras e Indígenas).

Para ela, a aplicação da lei valoriza e estimula a participação destes dois segmentos. Acompanhada por Ezequiel da Silva, Lourdes Santana foi recebida pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho, na Prefeitura. “Viemos agradecer o empenho dele na aplicação desta política”.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]