100 mil pessoas gritam “Fora Temer” em Salvador; artistas baianos participam do ato e conclamam democracia e eleições ‘Diretas Já!’

Daniela Mercury no Farol da Barra em Salvador canta em defesa da democracia.

Daniela Mercury no Farol da Barra em Salvador canta em defesa da democracia.

Um dos maiores cartões postais da Bahia ficou pequeno para aglutinar um verdadeiro mar de pessoas no Farol da Barra, neste domingo (11/06/2017), em Salvador. Artistas consagrados no cenário nacional e internacional se uniram as centrais sindicais e mais de 80 mil trabalhadores baianos para exigir a saída do presidente Michel Temer e clamar por eleições diretas no país.

O ato político-cultural convocado por artistas baianos foi organizado pela Frente Brasil Popular, CUT e demais centrais sindicais e foi iniciado a partir das 15h, ocupando toda área do Farol da Barra e Av. Oceânica, entrou pela noite de domingo com a participação de artistas como Daniela Mercury, a banda Baiana System, Márcia Castro, Larissa Luz e o maestro Carlos Prazeres, da Osba Geronimo , Margareth Menezes, Márcia Castro, Mano Góes, Gerônimo, Zelito Miranda, Pedro de Rosa Morais e mais de 30 cantores e atores (consagrados e anônimos), que se revezavam no palco para transmitir a voz do coletivo : Diretas Já e Fora Temer!

O ato teve repercussão nacional, sendo transmitido ao vivo para milhares de internautas através do facebook pelo Mídia Ninja, tendo alcançado repercussão imediata em todo o país, pelo número de pessoas alcançadas através das mais de 6 horas de transmissão ao vivo.

A Bahia é considerada como um dos estados com mais adesão dos artistas em defesa das eleições diretas em todo o pais.

Durante coletiva de imprensa concedida no local do ato, a cantora Daniela Mercury classificou a união dos artistas nesta manifestação como “importantíssima” e avaliou: “A gente está vivendo um estado de exceção, e precisamos iluminar essa rua com democracia. É o que a gente deseja para nós”.

A atriz Tânia Tôko também foi ao ato e falou sobre a importância da adesão dos artistas pelas eleições diretas: “Com tantas delações, provas, tanto roubo, se os artistas podem contribuir de alguma forma, com certeza estaremos presentes, falando que está errado, pedindo que as pessoas não parem, não desistam de ter um país melhor”, disse.

O ato reuniu além de artistas, lideranças de movimentos sociais, partidos políticos e parlamentares em todo o estado. Os organizadores avaliaram o ato como “um sucesso” sendo considerado como um dos mais ricos pelo seu conteúdo e presença espontânea de pessoas.

Parlamentares presentes no evento entraram em consenso no que diz respeito a força da mobilização popular, reforçando que só através de grandes mobilizações populares será possível mobilizar o Congresso a aprovar a PEC das eleições diretas em caso de saída de Temer.

A deputada federal Alice Portugal (PCdoB) compareceu ao Farol, gritou “Fora Temer” e fez um discurso critico à Câmara. “Funciona na contramão dos interesses populares. Foi uma Câmara na qual as posições se inverteram e artificialmente, sob a batuta de Eduardo Cunha, trocaram-se os sinais. O que era maioria virou minoria. E essa maioria de hoje, ligada a Temer, impõe as reformas liberais e impõe uma agenda que não foi a que o povo elegeu em 2014 com Dilma”, apontou.

Nomes como Wagner Moura, Lazaro ramos, Jorge Washington revezaram-se durante toda a semana nas redes sociais pedindo participação da população no evento. Organizadores afirmaram que grande parte da adesão popular no evento deste domingo, foi fruto da própria relação de confiança entre os artistas e seus públicos. “Eu vi o Wagner Moura convocando no meu face, depois vi a Daniela e outros artistas, avaliei que seria um ato sério e quis vir. Compareci e acredito que alguém precisa ouvir tantas vozes. É muita gente insatisfeita, chocada com as coisas que estão fazendo com o nosso pais”, disse Joseane Dantas.

Margareth Menezes destacou que a política precisa ser renovada e, em tom de protesto, fez um pedido : “O meu pedido é a gente acabar com a corrupção no nosso país e termos coragem de se renovar perante a vida, perante o novo. São milhares e milhares de coisas prejudicadas por causa dessa corrupção, dessa falta de oportunidade, dos princípios básicos que todo ser humano precisa, que é trabalho, saúde e educação. Os cidadãos estão de saco cheio da política brasileira”, a cantora também destacou a importância da participação popular: “Todos precisam sentir-se responsáveis por isso. Então eu que estou aqui, todos vocês que estão aqui também, todas as pessoas que estão do lado de fora, precisam se manifestar. Isso não funciona assim, tem que ser uma luta de todos. Quem transforma é o cidadão”, conclamou.

A atividade contou também com a participação de dezenas de apresentações culturais, exibição de artes, cartazes, faixas e caricaturas que descreviam o atual cenário político brasileiro de forma bem humorada.

Domingo de luta

O fim de semana foi marcado por atos pelas Diretas Já em outras cidades também. Em Recife o evento contou com financiamento coletivo para colocar o bloco na rua.

Em Porto Alegre os gaúchos se reuniram no Parque da Redenção para exigir a saída de Temer e a realização de eleições diretas. Os organizadores estimaram a participação em cerca de 30 mil pessoas.

O ato Mulheres pelas diretas e por direitos em São Paulo foi marcado pela diversidade e reuniu artistas, intelectuais, políticas e lideranças do movimentos sociais.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]