Vereadora responde crítica do presidente do Conselho do Idoso de Feira de Santana

Vereador Eremita Mota de Araújo.

Vereadora Eremita Mota de Araújo.

A vereadora Eremita Mota (PSDB), em seu discurso na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, na manhã desta terça-feira (30/05/2017), respondeu às críticas da presidente do Conselho Municipal do Idoso da Secretaria de Desenvolvimento Social, Cassilda Miranda da Silva, que no programa do radialista Silvério Silva, no quadro “Pra quem você tira o chapéu”, disse que Eremita, como vereadora, não representa nem as mulheres nem os idosos de Feira de Santana.

Eremita revelou que está sendo questionada por várias pessoas se não responderia à Cassilda e que por isso estava respondendo na tribuna da Casa. “Não iria responder, mas estou sendo interpelada sobre esse assunto”, disse.

A edil afirmou que Cassilda “sempre esteve encostada nos Conselhos Municipais”, se eternizando nesses cargos e que não sabe como ela trabalha. Sobre o trabalho do Conselho, Eremita disse que a sua função é buscar saúde, assistência social, educação, cultura, esporte, lazer, transporte, moradia, acessibilidade ao trabalho e renda, que somem força, se articulem com essas prestações de serviços junto com o Município. “Pelo que eu sei Cassilda só tem feito bailes, festejos, caminhadas com recursos municipais sugados da cidade. Estou questionando isso não é porque ela não tirou o chapéu para mim, esse é um direito dela, mas porque ela disse que não represento nem a mulher e nem o idoso aqui na Câmara”, pontuou.

A vereadora chamou a presidente de equivocada e não conhecedora do seu trabalho, já que atua na política desde os 17 anos e sempre trabalhou com idoso e mulheres, e a maioria esmagadora dos seus eleitores estão nestas duas categorias. “Eu não teria sido eleita sem esses votos. Eu não vou dar a minha receita a Cassilda para saber de que forma eu trabalho com meus idosos, as mulheres e até mesmo crianças. Talvez ela queira isso”, analisou.

Eremita pediu ainda que Cassilda preste atenção em seu trabalho e não fique apenas em caminhadas, pegando os cargos de confiança que vereador tem, citando a vereadora Gerusa Sampaio (DEM), a quem a presidente é ligada. “Não tenho nada contra a vereadora. Eu não sou de partir para uma Secretaria como essa, usar as pessoas que estão lá indicadas e fazer caminhada como fizeram no Dia Internacional da Mulher, que só tinha  mulheres da Secretaria de Desenvolvimento Social. Não faço isso para levantar bandeira dizendo que defendo mulher. Se faz a defesa da mulher agindo,  não se aproveitando do Poder Público”, desabafou.

A vereadora revelou mais que uma pessoa de sua confiança, e que trabalha da Secretaria de Ação Social, estava obrigada a participar de determinados eventos. “ Eu disse que ela não era forçada a participar. Não faço política usando secretaria de trampolim político. Indico as pessoas como todos aqui, mas não me aproveito disso”, completou.

Eremita mandou ainda Cassilda trabalhar, ao invés de ficar fazendo trampolim político para vereadora. Segundo ela, cada um tem seus méritos e é preciso que haja respeito. “Se eu dormir até a eleição pode abrir as urnas e ver que não tenho menos de dois mil votos e eles são de idosos, viu Cassilda? Mas, não vou lhe dar minha receita, como já disse. Vá trabalhar, deixe de estar representando elite. Não faça lobby”, disparou.

Eremita também reclamou do secretário Ildes Ferreira, que segundo ela, teria ameaçado mulheres de demissão caso não trabalhassem na Micareta. “A pessoa me disse, mas ela não é obrigada a participar de Micareta. A carga horária é de segunda a sexta, das 8h às 17h. Eu disse que ela não ficasse com medo e falarei isso pessoalmente ao secretário”, findou.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]