Vereador pede melhorias da segurança pública para Feira de Santana

Cadmiel Pereira: nem nos distritos se têm mais a segurança que tinha antes, onde as pessoas dormiam de janelas abertas.

Cadmiel Pereira: nem nos distritos se têm mais a segurança que tinha antes, onde as pessoas dormiam de janelas abertas.

Durante pronunciamento, na sessão ordinária desta quarta-feira (03/05/2017), na Casa Legislativa, o vereador Cadmiel Pereira (PSC) traçou um paralelo entre a educação e o alto índice de violência, que segundo ele assola Feira de Santana. De acordo com o edil, a cidade carece de investimentos na segurança pública por parte do Governo do Estado.

“Um dos grandes legados que temos é a educação. Antes recebíamos boa educação, mesmo em escolas públicas, e éramos incentivados a lermos e conhecermos a literatura e assim pude ter a satisfação de ler bons textos, a exemplo da poesia Psicologia de um Vencido, de Augusto dos Anjos. Nesta obra o autor, em palavra difíceis e rebuscadas, trata das condições difíceis de sobrevivência de uma sociedade, que não consegue viver em harmonia e sente muito com a falta de ingratidão. E a sensação que temos é que estamos vivendo exatamente isso nos dias de hoje”, pontuou.

Ainda segundo Cadmiel, nesta manhã ficou bastante assustado ao ver na manchete do Jornal Folha do Estado a informação de que 42 homicídios foram registrados no mês de abril deste ano, além dos altos números de agressão contra a mulher, danos ao patrimônio público, assaltos e outros crimes. “Nem nos distritos se têm mais a segurança que tinha antes, onde as pessoas dormiam de janelas abertas. Sem contar que as drogas também estão presentes na zona rural. A violência vem se tornando uma epidemia e estamos nos sentindo incapazes de agir porque não temos do Governo do Estado o que nos é garantindo na Constituição Federal, tal seja, segurança pública, saúde, educação e moradia”, desabafou.

O edil relatou mais que a sociedade clama por segurança. “Estamos precisando de segurança. Falta investimento do Estado neste setor, falta aparelhamento estatal. Infelizmente estamos num território demarcado, onde temos horário para sair e entrar em nossas casas, perdendo o direito de ir e vir. Estamos numa terra sem lei e não temos a quem apelar, pois não são as polícias as responsáveis pela falta de segurança. Hoje temos homens e mulheres que não vivem em paz e ainda contam com a intolerância alheia”, disparou.

Para finalizar, Cadmiel lembrou o fato de o Governo do Estado ter descredenciado a Clínica Bambinos do Planserv, plano de saúde ofertado aos funcionários estaduais. “Está chegando o tempo frio, onde muitas crianças ficam doentes e eu lhes pergunto: onde as crianças que têm o Planserv serão atendidas? Estamos vendo as pessoas perdendo seus direitos sem saberem, sem contar com aquele que têm e não sabem, a exemplo do Seguro DPVAT”, pontuou.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]