Secretaria Municipal da Saúde de Feira de Santana realiza 3º Encontro de Mães de bebês com Microcefalia

Em uma tarde de troca de experiências e confraternização, a programação contou com momento de beleza, roda de conversa e orientação pela Defensoria Pública da União.

Em uma tarde de troca de experiências e confraternização, a programação contou com momento de beleza, roda de conversa e orientação pela Defensoria Pública da União.

Mães de crianças com microcefalia tiveram uma programação especial nesta quarta-feira (17/05/2017). A Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana, através da Vigilância Epidemológica, promoveu o 3º Encontro de Mães Recém-Nascidas, a iniciativa faz parte do Grupo Aconchego que oferece total assistência a esse público.

Uma tarde de troca de experiências e confraternização, a programação contou com momento de beleza, roda de conversa e orientação pela Defensoria Pública da União.

O vice-prefeito Colbert Martins marcou presença no evento e deixou claro que a prefeitura continuará dando total apoio para o tratamento dessas crianças. Colbert ressaltou a necessidade de se fazer uma busca ativa para identificar mais crianças que possuem a microcefalia, para que todos possam ter uma assistência social completa.

“Um dos problemas que temos, é que várias crianças que possuem a microcefalia apresentam convulsões, e algumas dessas não estão cedendo com o uso de medicamentos disponibilizados. Se não houver controle com os medicamentos oferecidos, essas crianças têm direito sim há que tenhamos acesso a medicamentos de maior complexidade, e faremos o que for necessário para ajudar a resolver”, afirmou o vice-prefeito.

O problema de convulsão tem afetado muitas dessas crianças, o Arthur é uma dessas que é acompanhado pelo Grupo Aconchego. A criança que possui microcefalia chega a ter várias convulsões por dia e vários medicamentos não conseguem controlar. A mãe, Erika Macedo está recorrendo na justiça através de uma liminar para o uso do canabidiol, medicamento feito à base de maconha que já é reconhecido pela Anvisa.

Para tirar dúvidas das mães a respeito do assunto, o defensor público federal Diego Bruno Alves esteve presente no evento. Diego explica que “no caso do Arthur conseguimos a liminar através do relatório médico completo que recomenda o uso do canabidiol e comprova que outros medicamentos não estavam controlando as crises, a persistência dos pais também é fundamental no processo”. O defensor público ainda se colocou à disposição para explicar aos pais das crianças sobre direitos a assistência e benefícios.

A coordenadora da Viep, Francisca Lúcia falou sobre a importância do evento. “Uma iniciativa que não visa apenas homenageá-las, mas também responder dúvidas e questionamentos dessas mães. Estamos sempre buscando dar uma atenção especial para essas famílias”, ressalta.

Ao fim da roda de conversa, foi apresentado o psicólogo Carlos Kruschewsky que também estará acompanhando pais e crianças do grupo. A programação foi finalizada com confraternização em comemoração ao Dia das Mães.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]