Prefeitura de Feira de Santana volta a distribuir Leite do programa Fome Zero

Programa Fome Zero.

Programa Fome Zero.

As famílias vinculadas em uma das 31 associações cadastradas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social começaram a receber o leite do Programa Leite Fome Zero, nesta segunda-feira (08/05/2017). Foram distribuídos nos bairros George Américo e Santo Antônio dos Prazeres, no distrito de Humildes e no Dispensário Santana.

A distribuição está sendo feita por etapa. A quantidade do leite, que é adquirido pelo governo do estado, com recursos do governo federal, ainda não é suficiente para atender a todos. O fornecedor alega que é por conta do período de estiagem.

“Está sendo entregue apenas 30% da quantidade prevista”, afirma o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira, cuja pasta é responsável pelo cadastramento das entidades e por fiscalizar a distribuição do alimento.

O benefício é destinado para as gestantes, crianças até sete anos e idosos – com idade a partir de 65 anos. Na Associação de Moradores do Bairro Santo Antônio dos Prazeres (Amosap) 150 famílias receberam o alimento. Foi um litro para cada. Na quinta-feira, 11, elas voltam a receber mais um litro.

A dona de casa Francisca Marques de Oliveira, 65 anos, foi uma das beneficiadas. Segundo ela, esse leite é uma grande ajuda na alimentação. “Dá para fazer um mingau, um bolo ou colocar no café”, diz. Dona Francisca reside com o filho e o marido, que é deficiente visual.

Também moradora do Santo Antônio dos Prazeres, dona Maria de Souza, que reside com o companheiro, disse que estava feliz.  “Alimento é sempre muito bem vindo, principalmente para quem ganha pouco e tem família para alimentar”.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]