Gestão de resíduos sólidos, industriais e de saúde são abordados durante ‘Ambiental Mercantil Expo Bahia 2017’

Evento Ambiental Mercantil 2017.

Evento Ambiental Mercantil 2017.

A Ambiental Mercantil Expo Bahia 2017, evento que reúne especialistas brasileiros e europeus da área ambiental, em Salvador, discutiu na quinta-feira (25/05/2017), temas relacionados a resíduos sólidos. No encontro, realizado no Centro de Tecnologias SENAI/Cimatec, também foram apresentados exemplos bem sucedidos na área da economia circular e compartilhada, implantadas na Renault do Brasil, e a importância da destinação correta dos resíduos provenientes do serviço de saúde.

O diretor-executivo da Associação Baiana das Empresas de Base Florestal (ABAF), Wilson Andrade, realizou a palestra “Resíduos e madeira plantada – o melhor aproveitamento”. Durante a abordagem, ele demonstrou como os resíduos e a própria madeira plantada podem ser aproveitados, com múltiplos usos. “Na ABAF, por exemplo, temos o programa ‘Mais Árvores Bahia’ que tem o objetivo de incentivar a inclusão de pequenos e médios produtores no plantio, manejo e processamento da madeira de florestas comerciais para usos múltiplos”, explicou.

Enquanto o diretor da empresa baiana Ômega Reciclagem e Beneficiamento de Óleo, Fabricio Brito Bizerra, abordou o tema “Apresentando a importância da reciclagem do óleo: seu valor econômico e seu descarte correto para o Meio Ambiente”. Segundo ele, a família brasileira consome, anualmente, 10 litros de óleo por pessoa, o que torna a questão urgente para evitar o descarte incorreto do material. “Reciclar esse material é essencial para meio ambiente. Na nossa empresa, o óleo coletado, após ser reciclado, vira matéria-prima para o biodiesel e diversos outros produtos, como sabão”.

Resíduos de Saúde

Na palestra “Entendendo o RSS – Resíduos de Serviço de Saúde”, a professora e consultora independente Patrícia Araújo, defendeu a urgência de abordar o tema. “Além de ser um tema importante, que gera bastante interesse de pessoas e instituições, temos a necessidade e o compromisso de dar um destino correto a esses materiais infectantes. Acho muito interessante abordar essa temática aqui na Bahia, pois oferece a oportunidade de esclarecer como funcionam as normas que regem esse tipo de serviço. No entanto, com a minha experiência na área, ainda percebo que o Brasil está engatinhando com relação a outros países”, avalia.

Economias Circular e Compartilhada – Na palestra “Apresentação das Economias Circular e Compartilhada na Gestão de Resíduos Industriais”, conduzida pelo engenheiro ambiental Rodrigo Tavares, supervisor de Meio Ambiente e de Prevenção de Riscos Industriais, ele destacou que, na atualidade, qualquer empresa deseja aumentar a sua competitividade. “A área de meio ambiente pode ser muito interessante no sentido de aumentar a sua competitividade e produtividade”.

De acordo com o supervisor da Renault, o aumento de receitas e redução de despesas traz benefícios para qualquer negócio. “Os conceitos de economia circular e compartilhada se inserem muito bem nisso, pois são conceitos simples e modernos que podemos utilizar na indústria. O evento foi muito bom neste sentido e mostra que as pessoas estão antenadas com o que esta acontecendo no mundo, que estamos pensando fora da caixa e tentando implantar e absorver esses conceitos na sua rotina”.

Sobre o evento

A Ambiental Mercantil Expo Bahia 2017 – Feira & Simpósio é uma promoção da start up sediada em Munique (Alemanha) SUPPLYgoGREEN, que tem como diretora-executiva a brasileira radicada na Alemanha, Simone Horvatin. Também é responsável pelo portal brasileiro www.ambientalmercantil.com. Além de trazer soluções inovadoras para a Bahia, a iniciativa favorece a troca de conhecimentos e experiências entre profissionais, instituições, empresas nacionais e internacionais em soluções eficientes para o futuro, além de fomentar novas perspectivas de negócios.

Balanço

Durante três dias de atividades, a primeira edição do Ambiental Mercantil ExpoBahia 2017 foi dedicada às energias renováveis e apresentou soluções em produção de energias solar, eólica e biomassa, com desenvolvedores de tecnologias e fabricantes de equipamentos. Foram apresentadas tecnologias com a da empresa Spanner RE2, líder mundial alemã na fabricação de plantas modulares de cogeração, que transforma madeira em eletricidade. Novidades também foram apresentadas na área de energia solar, com o lançamento do sistema para limpeza mecanizada de plantas fotovoltaicas PvSpin, representada pela Voltmais Soluções Elétricas Sustentáveis. Ações efetivas para tratamento de água (águas residuais, captação e dessalinização) também ganharam destaque na programação do encontro.

Apoio

O evento tem o apoio da Federação das Indústrias da Bahia, do Senai Cimatec, da Representação do Estado da Baviera no Brasil, DME Deutsche Meerwasser Entsalzung  GmbH (German Water Desalination), do Consulado Geral da República Federal da Alemanha – Recife, da Agência Nacional de Águas,  da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Governo da Bahia (Sedur), Instituto do Meio ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Secretaria do Meio Ambiente (Sema), Governo da Bahia, da AbconSindcon, do Consócio PCJ, da ABIQUIM Associação Brasileira da Indústria Química, do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia da Bahia (IBAPE Bahia), da Associação Baiana de Empresas de Base Florestal (ABAF), do escritório de advocacia internacional FCRLaw, da IFAT alemã, a maior feira ambiental mundial, do programa SmartEnergy Paraná, o Selo Verde Ecolméia, do Brasil Solar Power, do portal de Resíduos Sólidos e do portal do Concreto.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]